12 de jun de 2010

Hora de ir embora

Posted by Daniella On 6/12/2010 4 comments

Acordei com o sol entrando pela a minha janela. Abri os olhos e meus braços estavam brilhando mais do que a última vez em que eu estava na floresta caçando e a luz do sol tocou em mim. Estranho. Me levantei e fiz a minha higiêne matinal e troquei de roupa, depois sai do meu quarto. Estava andando pelo corredor quando eu avistei a Chelsea e o Alec vindo em minha direção.
-Oi Nick. Dormiu bem? –me cumprimentou a Chelsea. Eu tinha dormido bem, não sonhei e isso também foi estranho.
-Oi, sim dormi, obrigada por perguntar. Oi Alec. –cumprimentei ao Alec.
-Òla. –disse ele com aquele sorriso encantador.
-Nick, tenho uma coisa para você.
-O que é Chelsea? –ela me mostrou a palma de suas mãos e ali tinha uma luva em couro bovino, palma reforçada, dorso com proteção de borracha e reflex, forrada, fecho em velcro.





-Nossa ela é linda.
-Pega é sua. –ela colocou na minha mão, mas sem tocá-la realmente.
-Nossa. Obrigada Chelsea. –vesti as luvas. Eu simplesmente amei.
-Linda. –disse o Alec. Eu assenti. Fiquei olhando a luva, depois encarei o Alec e vi que ele não olhava para a luva e sim para mim, eu corei.
-È a luva é linda. –a Chelsea falou rindo, eu corei mais ainda. –Para com isso Nick.
-Que? Com que?
-De ficar corando, seu sangue vai para a bochecha e se você não se lembra nós somos vampiros, da agonia ficar vendo seu sangue vindo e voltando para a bochecha.
-Desculpe. –tentei me recompor.
-Vamos dar uma volta? –perguntou Alec.
-Claro. –dissemos eu e Chelsea ao mesmo tempo.
(...)
Já fazia quatro meses que eu estava com os Volturi, participava de missões, Demetri meu professor de luta dizia que eu era uma ótima aprendiz, tinha uma amiga fabulosa que era a Chelsea e apesar de eu nunca ter esquecido o Cayo, o Alec estava começando a me conquistar, enfim eu estava voltando a viver, só tinha uma parte que eu não gostava. Meu dom. Eu não podia tocar em nada a não ser com a minha luva, e isso é muito chato. Eu já tinha o dom da telecinesia e o de Demetri –eu toquei nele sem querer em um dos nossos treinamentos.
Mas ainda tinha uma coisa errada. Os Cullen, eu disse para eles que eu ia voltar e era exatamente isso que eu ia fazer, eu estava me sentindo uma ingrata, eles me ajudaram no momento em que eu precisei e agora eu não vou simplesmente me esquecer deles.
Eu só vou anunciar a minha partida para os lideres e me despedir deles. Eu ia fazer uma mala, mas nenhuma daquelas roupas era realmente minha e a Alice tinha recheado o closet que ficava no meu quarto então não era preciso levar mais roupas. Então eu apenas iria sair com a roupa do corpo, sai do meu quarto e comecei a andar pelo corredor familiar que me levaria à sala dos lideres e como sempre a guarda estava lá. Isso era bom por que assim eu poderia me despedir de todos logo.
-Olá Nick minha querida. –disse Aro sentado em seu trono.
-Olá Aro. Quero falar com vocês. –fui direto ao assunto, apesar de eu gostar muito dali eu tinha que voltar para os Cullen. Eu nunca falei para eles a verdade, eu nunca falei para eles que Edward Cullen era meu criador, nunca falei de um Cullen se quer para eles, pois sabia que eles não eram muito chegados.
-O que você deseja criança? –eu odiava quando ele me chamava assim. Eu não sou criança. ¬¬. Olhei para o Alec e ele deu um sorriso. Eu sabia que a minha partida ia fazer com que ele sofresse, mas desde o começo eu falei para eles que eu iria embora. Eu cometi um erro deixando as coisas durarem tanto tempo.
-Eu vou ir embora. –anunciei. O sorriso do Alec desapareceu, e todos da guarda estavam paralisados, até mesmo os lideres estavam paralisados.
-Como assim? Você vai nos deixar? –perguntou Chelsea se aproximando de mim. Minha amiga, eu ia sentir falta dela, mas nós poderíamos nós encontrar com o passar do tempo, poderíamos manter contato. Ou talvez não. Mas eu tinha que partir, estava péssima por deixá-los, mas estava mais péssima ainda por ter deixado os Cullen esperando por tanto tempo.
-È Chelsea eu vou partir. Só vim agradecer a vocês por tudo e me despedir.
-Você não pode ir embora! –aquilo me chocou. O que Aro estava pensando quando disse isso?
-Como assim eu não posso?
-Nós não vamos permitir. –disse Alec, me deixando mais surpresa ainda.
-Pessoal na boa ta legal? Deixem-me ir. Quer dizer me deixem não, eu vou ir embora. Sinto muito, mas agradeço por tudo mesmo. Adeus. –dei uma última olhada para os meus melhores amigos, Alec, Demetri... Chelsea. E me virei.
-Não! –gritou a Chelsea.
-Chelsea faça o que tem que ser feito. –Aro falou. Eu não entendi o que a minha melhor amiga ia fazer para me prender aqui? De repente eu comecei a sentir dentro de mim que eu não queria ir embora e tudo o que eu mais queria era ficar aqui. Ficar aqui para sempre. Ficar aqui para toda a eternidade.

Oi pessoal! Então oq acharam desse cápitulo?
Comentem^^
Bjsculos^^

4 comentários:

Eu sabiaa!!
Falei que isso ia acontecer.. ai que raiva!!
E agora? Como é que ela vai fazer pra sair dali???
Nessas horas ela bem que poderia ter o dom da Bella né?
Ai que raiva!!

Nossa já se passaram quatro meses?
Tadinho do Seth! Ta sofrendo a tanto tempo já!
Poxa!!
Tomara que os Cullen's estejam procurando por ela!
Parabéns Dany.. a fic ta perfeita!!
Bjuss

aii dany poxa gostando do alec
desculpa o linguajar mas q sacooo
e nossa ela ta aimiguinha dos volturi
ate tava começando a gostar do fato dela ficar com o seth mas ja to desgostando de novo
nao sei se ela merece ele
e nem voltar a ficar com os cullen
e a chelsea é tao amiga dela q vai fazer isso
espero q tudo se resolva logo e ela se decida se vai ficar do lado do bem ou do mal.
vc esta escrevendo muito bem, eu sempre digo qdo vc consegue envolver o leitor e fazer los, sentir alegria, raiva é pq esta indo pelo caminho certo, e nesse momento eu to com muita raiva da niki kkkk
parabens
bjsssssssssss

Eu amei esse capitulo posta mais por favor!

Estar muito boa sua fic flor, bem a Nick gostou mesmo dos Volturi né, mas se bem que apesar de tudo,mas de tudo mesmo, e os fatos que ocorreram com os Cullens, os Volturi tenta deixar as pessoas mais avontades possivéis não é, tem razão dela estar se sentindo bem não é, mas não querer deixar ela ir embora é sacanagem, mas estou na espera pra saber como ela irá se livrar dessa enrascada, e quero saber se os Volturi irão descobrir se o criador dela na verdade é o Edward Cullen, quero ver a cara de bobão dos Volturi.


Parabéns e quero mais viu. Beijos...=D

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.