12 de jan de 2011

capitulo 13

Posted by sandry costa On 1/12/2011 2 comments



Morte e Vida.






Uma luz forte ofusco minha visão quando tentei abrir meus olhos.Não conseguia saber onde estava.

Sabia que não era Forks pois  tinha sol batendo em meu rosto.

Tentei novamente abrir meu olhos mas foi inutel.

-Sei que esta acordada.

Uma voz feminina disse para mim.

Minha voz não saia era como se eu não tivesse controle algum do meu corpo.

-Abra os olhos.

Ela ordenou.

Novamente tentei abri-los e por incrível que pareça eu consegui.

Pude ver onde estava.

Era um quarto com uma cama e uma janela de frente de onde estava.

Tinha uma cadeira ao meu lado onde estava ocupado por um linda moça.

Tinha uns 16 anos, pele muito branca e rosada, cabelos loiros como o sol e olhos grandes  verdes como esmeralda.

Conhecia essa menina.

-Ola

Não podia ser.

-Bia?é você?

Meus gritos foram abafados por um travesseiro

-Espero que esteja melhor.Erg me desculpe por fazer isso mas será necessário.

Antes mesmo dela terminar a frase estava no meus pescoço.

já podia imaginar o que aconteceria depois.

Senti sua boca gélida encostar meu pescoço e seus lábios beijarem o local onde em seguida ser  perfurada por dentes de um mostro.

Mas em vez dela estar sugando meu sangue ela injectava um liquido grosso no meu corpo.

Ela me soltou e o liquido desceu por minha garganta e por onde passava um dor me atingia.

O Fogo tomou conta do meu corpo sentia que estava sendo queimada viva pode dentro.Todos os meus órgãos se contraiam.

O liquido que  descobri ser veneno foi se espalhando.

Muito tempo eu fiquei nesse estado.Nenhum barulho eu emitia.

Ate que o fogo parou, e outra coisa começou.

Onde a menina tinha me mordido começou um dormência insuportável.

Meu corpo chegou a ficar todo dormente e  sentir mais duro e forte.A dormência estava passando eu não sabia o que viria depois.

Bom estava certa pois veio algo depois.

Mas bom como se fosse agua apagando a dor causada por tudo aquilo algo frio passou por minhas veias e senti elas se fecharem.

Meu coração batia cada vez mais devagar ate chegar ate o espaço de batidas grande e parar de uma vez.

 Foi horrível ouvir meu coração parar de bater.

Depois disso eu desmaiei.

-Acorde..

Conseguia ouvir um voz de fundo era tão longe...

-Abra os olhos...

Era a menina.

Abri meus olhos e me surpreendi.

Conseguia ver todas as partículas da sala o sol batia no meu rosto e havia milhões de diamantes em minha pele.Era perfeito..

-Me perdoe Anne eu nunca quis que você se transformasse.;..

-Me transformar?o não..

Não podia ser..me levantei e dirigi ao espelho.

Quase cai de costas.

Aquela não era eu.

Minha mãe tinha me deixado mais linda mas nada se comparava aquela mulher.

Era alta e esbelta seus cabelos eram do loiro mais puro e desciam em ondas ate metade de suas costas.Sua pele era muito pálida sua boca tingida num tom rosado..mas o que me chamou a tenção foram meus olhos..

Eram vermelhos feito rubi.

-Meus olhos.

-Todo  recem nascido tem olhos vermelhos...

-Vamos Aro quer vê-la.

Num conseguia desviar o olhar da nova pessoa em que havia transformado.











(sei que muitos não gostaram de eu ter transformada, mas prometo recompensar o que eu fiz)


Explicações do capitulo anterior.

EJ não teve uma  impressão de verdade, ele se sente que teve, digamos que ele possa ter uma impressão com uma vampira, por que ele tem gene de vampiro..

Obrigado mais uma vez por lerem...

by: mariana

2 comentários:

Oi, gosto muito desse fic,mas tira uma duvida!
Até onde eu me recorde e de ter lido outros fics um transformo mesmo ele tendo o genes de vampiro que é o caso do EJ ele nao pode ter uma impressão por uma vampira devido ela nao poder ter filhos, a nessie ela é meia humana e meia vampira.
Puxa achei que EJ ia ficar com a Anne tava tao bonito os dois.

Não posso revelar o futuro, pois de Alice eu não so..Rsrsrs mas Posso assegurar, que de alguma maneira eles vão de ficr junto...(Andreia querida vamos supor que ele possa ter)Obrigado mais uma vezz eu ja estou ficando sem inpiração...

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.