18 de jan de 2011

capitulo 2 - Recordações

Posted by sandry costa On 1/18/2011 14 comments



Jake
Foi uma difícil decisão, porem depois de tudo que passamos nos nossos últimos anos em Forks, acabamos decidindo nos afastar, não só de Lá Push e Forks, mas de tudo que rondava o mundo do sobrenatural. Apesar de ser difícil ficar longe de nossas famílias, todos aceitaram nossa decisão, por isso há dezessete anos saímos de Forks e estamos morando em Hathwn, Califórnia. Inicialmente fomos para Carmel, porem tanto Nessie quanto eu éramos apaixonados por Hathwn, e quando a Ness chegou na idade de entrar na escola nos mudamos pra cá, já que aqui fica uma das melhores escolas da Califórnia. Wanessa nossa filha cresceu exatamente como sua gestação, totalmente humana, Nessie e eu aproveitamos cada pequeno momento de nossa filha, o primeiro sorriso, a primeira vez que ele engatinhou, quando andou pela primeira vez, quando falou papai e mamãe pela primeira vez. Ela nunca desenvolveu habilidades vampirescas e nunca se transformou em loba. O que Nessie e eu achamos? Muito bom.
Ela sempre foi criada como uma princesinha, Nessie e eu a damos tudo que podemos, confesso que isso a mimou um pouco, mas já que estávamos tirando tanta coisa dela me sentia obrigado a isso.
Já pensamos varias vezes em contar toda a verdade, porem uma mentira quando contada, tende a crescer cada vez mais, por isso nunca pudemos fazer isso. Nós mantemos o contato com o Edward a Bells e nossos filhos, a saudade às vezes chega a machucar, mas nossa querida Ness, isso mesmo foi inevitável não usarmos o apelido que o Emmett colocou nela, era mais importante que tudo. Eu lembro-me claramente de quando ela ganhou esse apelido, o dia do nascimento de minha princesinha. Foi um dos dias mais felizes e importantes de minha eternidade.

Flash Back On 1

           Esperar o nascimento de minha filha foi uma mistura de ansiedade e medo. Ansiedade, por não ver à hora de pegar minha filha no colo, medo por não saber se ela conseguirá nascer sozinha, pois ela é humana e a pele da Nessie é 50% de vampiro. Mas mesmo com esses sentimentos me perturbando eu estou feliz, feliz, pois dentro daquela sala está nascendo mais um fruto do meu amor e da Nessie.
-Jake? –ouvi a voz de Bella e olhei automaticamente.
-Ela está bem? Ela nasceu? Como está a Nessie? –eu cheguei mais perto de Bella.
-Acalme-se Jake, Nessie está bem, Edward e Carlisle ajudaram a sua filha a nascer. Enquanto ajudava Nessie psicologicamente, Edward e Carlisle rasgaram um pouco da pele de Nessie para sua filha poder nascer. –eu suspirei de alivio, mas depois...
-Ras... Rasgaram? –franzi a testa.
-Não se preocupe Jake. –Bella colocou a mão em meu ombro. De dentro da sala eu pude ouvir uns dos sons mais lindos de minha vida. O choro de minha filha.
-Eu posso? –uma lágrima escapou de meus olhos.
-Claro Jake, entre. –Bella me deu passagem e eu entrei.
Nessie estava com um pequeno embrulho no colo e eu me aproximei, quando olhei nos olhos da minha pequena vi o quanto amor havia.
-Olha Jake. – Nessie me mostrou o pequeno bebe no seu colo, ela era tão pequenininha, sua pele era muito branca e tinha muito cabelo, ele era liso e preto. Peguei sua mãozinha, minhas mãos tremiam muito, mas não do tipo que eu temeria pela segurança delas, eu não iria me transformar. Nessie a passou para o meu colo e ela sumiu dentre minhas mãos. “Ela é tão pequena, isso é normal?” perguntei ao Edward, ele riu da minha duvida e respondeu quando eu o olhei feio.
-Ela é quase cem por cento humana Jake, é normal ela ser pequena. – Olhei para a Nessie, seu sorriso irradiava felicidade. Abaixei e beijei seus lábios. Olhei novamente pra minha pequena Wanessa.
-Como? – Arqueei a sobrancelha interrogativamente, sem entender o que o Edward perguntou. –Como você a chamou? – Foi Nessie quem o respondeu, eu sabia que todos os demais de nossa família estavam ouvindo.
-Wanessa. Wanessa Cullen Black.
-Wanessa? Mas por que... – Ele provavelmente leu em minha mente ou da Nessie o motivo, porem eu respondi.
-É o nome que Bella quis dar a Nessie quando os volturi vieram atrás dela. – Emmett estrondou uma gargalhada na sala e pude ouvi-lo falar.
-Ness, mais um monstrinho na família.
Flash Back 1 off

Acariciei o cabelo da Nessie que ressonava no meu peito e sussurrei em seu ouvido.
-Acorda dorminhoca o dia já vai nascer. – Na noite anterior tínhamos saído pra caçar e voltamos muito tarde, mas nem Nessie e nem eu gostávamos de mudar nosso habito matutino. Nessie se mexeu nos meus braços e me encarou com os olhos chocolate que eu tanto amo.
-Bom dia amor. – Busquei seus lábios com os meus e a puxei para o meu colo.

♥♥♥
Sentamo-nos em um rochedo para ver o dia nascer, Hathwn era uma cidade extremamente linda, e nossa vida só não é perfeita por causa da saudade de nossa família.

Flash Back 2 On
          Reunimos toda nossa família e os olhamos atentamente, Edward com certeza já sabia o que iríamos dizer, mas estava calado.  Duda correu até mim e eu a peguei meu colo, ela era a mistura perfeita dos pais.
-Jake, Nessie vocês queriam nos dizer algo? – Carlisle perguntou.
-Sim. – Falei acariciando o rosto da minha pequena Ness, ela estava no colo da Nessie e dormia tranqüilamente. –Nós decidimos ir embora.
-Como assim? – Bells perguntou.
-Pai eu não posso me afastar da reserva. – Emmy falou, desde que Wanessa nasceu eu devolvi o comando da matilha para o Seth e então ele e a Emmy não poderiam ir conosco, mas não era isso que nós planejávamos.
-Eu sei querida, mas... – Seria difícil dizer isso, e agora nem sei se é certo.
-É sim Jake. – Edward falou e todos o olharam. –Eles não planejam que todos nos mudemos, são somente eles e a Wanessa.
-Pai? – Jason me olhou. Levantei e puxei ele, Emmy e Edd pra um abraço.
-Vocês são o que há de mais importante na minha vida e na da Nessie, e tomar essa decisão foi muito difícil, porem... – Fui até onde a Nessie estava com nossa filha no colo. –A irmã de vocês é quase cem por cento humana e qual resistência ela teria no nosso mundo? É por isso que vamos embora. Pra protegê-la.
-Nós pretendemos a criar longe de tudo isso, se ela é humana ela será criada como humana. – Nessie falou.
-Então nós não conviveremos com nossa irmã? – Emmy perguntou uma lagrima rolando em seu rosto. –Vou sentir a falta de vocês.
-Um dia voltaremos a viver juntos querida, e tenho certeza que nesse dia você e ela serão muito amigas.
Lagrimas rolaram em meu rosto ao abraçar cada um de nossa família, o silencio dizia que todos entendia o que Nessie e eu estávamos fazendo.
Flash Back 2 Off
           
Durante todos esses 17 anos nós sofremos muito com a saudade de nossos filhos, mas nós sabíamos que eles estavam felizes, Emmy e Seth tinham um lindo menino chamado Henri. Edd e Dany tinham feito faculdade e tinham dois filhos gêmeos, João e Kauã. Jason e Gabi não tinham tido outros filhos alem da Duda.
Os Cullen haviam saído de Forks e moravam no Canadá onde antes moraram os Denales. Há quatro anos eu perdi meu pai e até hoje choro sua ausência, senti muito por não estar la com ele, mas sei que ele entendia o que eu estava fazendo. Eu faria de tudo pra que a Ness não sofresse e não passasse o que nós passamos. Minha amada filha, eu nunca me arrependeria de nada que fiz por ela. Ela cresceu como uma criança normal, freqüentou a escola desde pequena, teve vários amigos e nunca soube de nosso mundo sobrenatural. Mas pra isso eu tive que me desdobrar, como quando ela Fujio do mendigo.
-Posso saber onde anda essa cabeçinha? – Nessie perguntou com um sorriso, o sol já havia nascido. A olhei intensamente, e sorri.
          -Estava lembrando-me de quando a Ness Fujio do mendigo, lembra? – Nessie sorriu também. Mas não tinha como não rir foi uma situação embaraçosa, mas ao mesmo tempo foi engraçada.
          Ness tinha oito anos eu tinha ido à escola para buscá-la, enquanto saiamos da escola ela me contou que uma amiga a disse que havia um homem fantasiado de mendigo que pegava as crianças e retirava seus órgãos...
          E como destino da vida na esquina da escola havia... Um mendigo. A Ness correu tanto mais tanto que por um momento eu pensei que teria que me transformar em lobisomem para alcançá-la e não é exagero meu. Ela correu em uma velocidade vampiresca. Quando a alcancei, devo detalhar que demorou muito, pois não é que a pequena herdou alguma coisa de seu avô Edward. Ela me perguntou: “Papai, o senhor viu o tanto que eu corri?” Eu fiquei sem falas, graças a Deus ninguém havia visto aquele “incidente”, mas eu teria que inventar algo para falar a Ness; e rápido. “Bem querida... Está vendo como é bom comer espinafre? Que foi? È bom!”

-É verdade... – Nessie falou. Depois de um tempo em silencio Nessie lembrou. –É melhor irmos embora, em breve Ness acordará. Ela está atrasada de novo. – sorrimos.
-Vamos então, temos que preparar o café da manhã. – Voltamos rapidamente para casa e preparamos o café antes que a Wanessa acordasse.




Nota da autora: Pessoal deixa eu tentar explicar meu ponto de visto, no livro lua nova Edward explica a Bella, quando eles estão indo lutar contra o exercito de recém nascidos, que quanto mais eles caçavam mais fortes ficavam, e com base nisso que formei parte da minha teoria pra Lies.
Wanessa será meio vampira, meio transmorfa e meio humano, com a parte humana prevalecendo sobre a vampiresca, como ela nunca bebeu sangue, humano ou animal, e também não sabe de nada. Imaginem se uma pessoal não sabe que pode, por exemplo, correr numa velocidade extraordinária, como ela ira correr?
Então ela crescera como uma humana e nunca soube exatamente de nada, quando ela tem dezessete anos ela começa a sentir os sintomas da transformação e se torna uma loba, somente depois de descobrir toda a verdade e começa a caçar ela começa a ter os “poderes” vampirescos, super audição, visão, correr tão rápido quanto qualquer vampiro, força. Afinal o sangue a deixará mais forte.
Fiquem a vontade para dizer que eu viajei na maionese ou se a idéia tem um pouco de lógica.
Bjjss a todas

14 comentários:

Nossa eu to apaixonada, Essa historia do mendigo foi muito boa kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk'
é pena que o jake e a nessie tenham que ficar longe da familia, mas o importante é a Ness =)
Eu na vou mentir, sua fic é perfeita, muito boa mesmo. Eu to apaixonada já, quero saber o que vai acontecer.
beijos, fic maravilhosa.

Oi, esta perfeito nao tenho o que reclamar,
minto tenho sim estou curiosa pra ler o proximo
capitulos entao nao demore tá bom.

bjs And

Aii San...
tah cada vez melhor
vooc sempre se superando, viu?
E eu não acho que vc tenha viajadona maionese não
a sua "teoria" tem lógica...
só tem um coisinha
eles lutam contra os recem nascidos em eclipse
kkkkkkkk..... ( olha no que eu fui reparar)
o cap tah lindo viu Sandry e não demora mto pra posta o próximo
Beeijos

hihi vlw joyce vou arrumar kkk
bjjss

A sumida, apareceu. \o/
Adoreei Sandry, eu adoro essa fic,, nossa maravilhosaa. Ameei *-*
Parabéns..
Beeijoos.

Que saudade dessa historia


Simplesmente demais!!

Você viajou na maionese, mais até que tem uma certa logica.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ainda bem q tem pelo menos um pouquinho de logica

vlw a todos

awnnn. estou devolta tb \o
amei o primeiro cap. estou curiosa. beijos
Ales

pegou um lado diferente de pensar
a fic é perfeita e tem logica nessa explicação.
a historia é perfeita e eu to loka pra vc continuar

Sandry to amando..... hein vc tem twitter.. quero te seguir pra ficar sabendo das novis... To ansiosa pra ler toda a história!!! Ja ta ficando maravilhosa.

Abraços!

ola
eu adoro a tua fic.
a tua explicaçao tem muita logica, so espero que eãmo a tua ficla nao se revolte muito contra os pais, porque eles fizeram todo isto a pensar nela.
tou a espera do encontro entre eles e os cullen, para nao falar nos lobos.
jinhos nao demores muito a postar nos capitulos.

aquilo que eu estava a dizer cuidado para não ficar muito repititivo e comprendo que esta foi o primeiro capito e tiveste que pegar outras partes para complementar e dar a seu ponto de vista sobre a historia que vai começar.bjssssssss

nossa eu to amando a historia é ainda é o primeiro cap . rs' beijos

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.