25 de jan de 2011

capitulo 41

Posted by sandry costa On 1/25/2011 5 comments


A Primeira Noite

          Não sei onde estava com a cabeça, mas só conseguia pensar em duas coisas: 1º: que eu Amo o Jake Black e 2º: que eu queria me entregar para ele esta noite.
Nossos carinhos estavam cada vez mais urgentes. Uma de suas mãos passou de minha cintura para minha coxa. Estava muito quente.

- Jake... – ele parou de me beijar na boca e desceu para o meu pescoço, depois ficou me olhando.

- Se quiser eu paro, sabe não vou fazer nada que você não queira Pequena.

- Jake – eu falei dessa vez, bem baixinho no seu ouvido, com os olhos fechados – Eu quero ser totalmente sua.

          Eu percebi como ele ficou feliz, nossos corações estavam batendo descompassado, e ele deu aquele sorriso que eu tanto amo.

- Você tem certeza, Renesmee eu posso esperar, não quero te forçar a nada... – Não dei tempo pra ele continuar falando, eu segurei sua nuca e o beijei, joguei uma de minhas pernas em cima dele, agora acho que consegui retirar todo o juízo e controle que ele estava tentando manter.
Nosso beijo ficou mais forte, passei minhas mãos pelo meu corpo bem devagar para memorizar cada pedaço do seu corpo. Ele começou a fazer o mesmo no meu corpo, estava ficando perfeita a noite. Ele estava sendo perfeito, romântico, cuidadoso, mesmo assim eu fiquei com um pouco de vergonha dele, afinal nunca ninguém me viu e nem me tocou assim.

- Não se preocupe é apenas eu e você aqui amor, estamos apenas nos conhecendo melhor, não precisa ter vergonha de mim. – eu assenti e sorri.

            Suas mãos voltaram a passear pelo meu corpo, sem perceber acabei relaxando. Ele me beijava no pescoço, e começou a passar a mão dentro da minha camisola subindo para os meus seios, tocou meu seio esquerdo, fechei os olhos e arfei (foi inevitável). Ele me beijava e me estimulava nos seios. Tenho certeza que esta noite seria a nossa primeira de outras.

- Você é perfeita, maravilhosa... – ele disse e fiz meus lábios começarem a traçar um caminho de sua boca, orelha, pescoço e seu peito. Não sei da onde estava tirando tanta coragem, mas eu estava gostando muito. Eu sentia coisas estranhas em todo o meu corpo, eu estava amando, ele ficou por cima novamente do meu corpo. E me beijou com carinho, me levantou um pouco para retirar a minha camisola, eu o ajudei e levantei os braços, e me deitou novamente. Me olhou e voltou a me beijar nos olhos, no nariz, na bochecha, na boca, e foi descendo bem devagar, até chegar ao meu seio que ele já havia acariciado. Ele o beijou com carinho, mas depois começou a sugá-lo e a lamber, e eu não consegui segurar o gemido que saiu de minha garganta. A sensação era muito boa, no ouro seio ele acariciava com uma das mãos, ele estava me levando á loucura.

      Eu senti a necessidade dele me tocar mais, que me fizesse sua, e gemi novamente quando ele mordiscou meu seio. Algum tempo depois, ele beijou entre os meus seios, e desceu para a minha barriga, enquanto eu brincava com seus cabelos. Eu senti suas mãos chegando na minha calcinha, mas parou e olhou para mim.

- Nessie quer que eu pare? – ele me deu o sorriso mais perfeito do mundo.

- Não... – foi só o que eu consegui sussurrar, porque ele já estava tirando a minha calcinha.

Agora eu estava totalmente nua... voltei a ficar com vergonha, ele não parava de me olhar descaradamente.

- Nessie pode ter certeza que você é perfeita... E eu te quero muito... – ele disse se deitando novamente em cima de mim e me beijando... – Deixa eu te sentir... Te tocar... – apenas gemi em aprovação, minha cabeça não estava processando muito bem o que ele estava falando, mas logo percebi, porque sua mão foi descendo para o meu ventre. 

- Pequena, eu te amo – como resistir com ele falando assim no meu ouvido com sua voz rouca de desejo.

         Seus dedos tocaram na minha intimidade, e começaram a fazer movimentos circulares. Eu fechei os meus olhos e mordi meus lábios. A sensação desconhecida pelo meu corpo era muito gostosa. De novo não consegui deixar de gemer baixinho, um pouco tímida. Ele me beijava, mas não estava muito concentrada por causa do seu toque lá embaixo. Eu sentia que ficava cada vez melhor, eu estava muito molhada, mas ele foi parando bem devagar. Continuou me olhando... ele levantou seu quadril e retirou seu shorts junto com a sua boxer... Eu não consegui não olhar... Era enorme, ele estava muito excitado... Fiquei mais vermelha do que já estava... Agora eu morri de vergonha. E ele somente riu.

- É muito grande... - eu sussurrei sem pensar, enquanto se deitava encima de mim, e se apoiou nos cotovelos para não soltar o peso em cima de mim.

- Você sabe que isto é apenas um elogio, não é Pequena? - eu apenas sorri nervosa. Apesar do coração dele estar batendo rápido ele estava calmo. E encostou as nossas testas e ficamos nos olhando.

- Qualquer coisa é só me falar, não precisa ter medo... Eu paro... Se eu te machucar me avisa... – mas eu não queria que ele parasse, eu queria sentir ele, queria que ele me descobrisse como mulher.

- Você sabe que não vai me machucar Jacob...

        Nos beijamos por um bom tempo, e ele voltou a tocar minha intimidade, num ato automático abri mais minhas pernas e ele se acomodou mais entre elas. A outra mão pegou uma das minhas e entrelaçou- as em cima de nossas cabeças. Foi quando eu senti seu membro na minha coxa...

- Nessie, me avisa se você sentir qualquer coisa se estiver te machucando...

- Eu sei que você não vai me machucar... Eu confio em você Jake...

         Ele começou a penetrar devagar, entrava e logo saia... Ele fez isso algumas vezes... Ele foi entrando sem interromper nosso beijo... Mas do nada ele entrou de vez...
- ahhhhhhh – eu gemi alto, mas ele mordeu meu lábio pra abafar o grito... era uma dor enorme, parecia que estava rasgando tudo... eu não consegui nem abrir mais os olhos, senti uma lagrima escorrer e eu enrijeci...

-Nessie, shiiii... Calma, amor é assim mesmo na primeira vez... Te garanto que logo vai passar... – quando abri os olhos vi que ele tinha ficado preocupado, e não era a minha intenção.

              Ele falou tão serio e tão carinhoso que eu o deixei continuar. Ele apertava minha mão que estava entrelaçada a dele... Me beijava no pescoço... E começou a me estimular de novo no meu seio... Eu fechei os olhos e voltei a sentir todas as sensações maravilhosas que ele estava me proporcionando... Ele voltou a se mover, entrando e saindo... Ele estava sendo muito gentil, amoroso, educado, romântico... Perfeito. Eu comecei a sentir cheiro de sangue e pensei que eu havia o cortado com as minhas unhas que estava passando em suas costas... Eu parei.

- Nessie que foi? - ele me olhou serio.

- Jake eu te machuquei?

- Não meu amor, por quê? - ele sentiu o cheiro também, mas ele começou a rir que nem bobo...

- O que? – eu perguntei confusa.

- Foi você que sangrou. – eu ainda fiquei o encarando, mas depois percebi que isso acontece com algumas meninas virgens... Sangra um pouco.

- Não se preocupa, é só um pouquinho... – e voltou a me beijar.

           Agora eu estava desfrutando todo o prazer que ele poderia me proporcionar... Não sinto mais dor alguma, ele sempre dizendo palavras românticas em meu ouvido... eu gemia... ele gemia... dei umas mordidas nele e chamava seu nome em seu ouvido...

- Nessie se continuar a gemer desse jeito, vou ficar mais louco do que já estou... – ele disse com voz rouca...

       Seus movimentos ficaram mais urgentes, rápidos, e o que eu estava sentindo, não sabia explicar... Estava crescendo... Cada vez melhor... Eu sem pensar comecei a gemer mais... E ele não fez diferente... Nos dois nos preenchíamos, nos saciávamos, estávamos fazendo AMOR pela primeira vez...

            Não pensei duas vezes enrosquei minhas pernas em sua cintura, ele recebeu esse ato como um incentivo... Ele começou a estocar bem rápido... e parou...falamos os nossos nomes ao mesmo tempo... Tivemos o orgasmo ao mesmo tempo... Simplesmente maravilhoso... Havíamos gozados juntos.

      Ele relaxou seu corpo em cima do meu. Nossos corpos estavam suados e grudados... Ficamos um pouco assim, apenas fazendo carinhos com as mãos... Ele se virou de lado e me puxou para seus braços, nos enroscou com o lençol e ficamos nos olhando.

- Jake... Obrigado por isso, por me amar... Por estar sempre comigo. – e lhe dei um Celinho.

- Você Sabe que é minha vida Pequena... Eu te amo minha noiva e espero que logo, logo seja a minha esposa – e me beijou.
      Eu encostei minhas mãos em seu rosto e mostrei a eles alguns dos novos momentos em que tivemos esta noite... Queria compartilhar minha felicidade com ele.

- Te amo Jacob...

- Eu te amos mais Reneesme...

        Não pensamos em mais nada, apenas ficamos abraçados, um grudado no outro, mas o cansaço veio e dormimos juntos...

5 comentários:

oi
parabens otimo cap
esperando o proximo ansiosa

bjss

Este capitulo esta perfeito, vc esta de parabens mesmo,
nao demore por favor.

Tomando fôlego..... rsrsrsrs
Nossa que cap, Parabéns!!!
Vc conseguiu descrever maravilhosamente a primeira vez dos dois. Sua fic esta perfeita.
Beijos

Mui caliente esse episodio.. delicia! hauhauhauah!

Amei!

Ainnnnnnnnn, lindo, lindo, lindo, lindo perfeito!!! aff!!! lindo!!! raskia

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.