19 de fev de 2011

Capitulo 19

Posted by sandry costa On 2/19/2011 4 comments


Sarah
Acordei cedo, mas a Mônica já não estava no quarto. Levantei e rapidamente me vesti, eu tinha mil e uma coisas pra fazer hoje, e a primeira era ir caçar. Desci e vi que Ariel estava sentado tomando café.
- Bom dia, minha vida. – Ele veio até mim e me pegou no colo, nos girou e beijou meus lábios.
- Olha que eu me acostumo em ser recebida assim.
- Pode acostumar. – Ele sussurrou em meu ouvido e senti uma famíliar carga elétrica percorrer todo meu corpo.
- Estou atrasada. – Falei saindo do seu abraço.
- Pra onde iremos? – O olhei e gargalhei com seu jeito de falar.
- Iremos?
- Oh sim, pode me incluir nos seus planos.
- Caçar.
- Okay, caçar. – Caçamos rapidamente e nos sentamos em um tronco.

“aqui é a visão que a Bia tem no capitulo 22 de Vers le hurt”

Nos beijamos intensamente e quando paramos de nos beijar percebi que ele estava brilhando.
- Eu ainda quero saber como você faz isso. – Falei sorrindo e puxando seu cabelo, que estava grande demais.
- Eu gosto desse dom. – Ele disse sorrindo e intensificando a luz por alguns instantes antes de parar. Passei minha mão por seu rosto, seus traços indígenas contrastavam com os vampirescos.
- Amor, você não acha que está na hora de cortar o cabelo? Perguntei sorrindo, voltando a mexer no seu cabelo.
- Você por acaso está dizendo que eu estou feio assim? - Ele perguntou me girando e me puxando pro seu colo, enquanto me fazia cócegas.
- Ariel!  – Gritei em meio às risadas.
- Tia Bia. - Ariel falou, parando de fazer cócegas, ele nos levantou e foi até ela. Envolveu-a em um abraço de urso, fazendo a tia Bia sumir. Sorri e também a abracei.
 - Tia Bia, o cabelo do Ariel está ou não está grande? – Ariel negou com a cabeça, me fazendo lembrar do tio Seth quando não quer cortar o cabelo. A tia Bia sorriu.
- Sinto muito querido, mas a Sarah tem razão. - Ele fez biquinho e depois sorriu, mudando de assunto logo em seguida.
- Onde está o tio Alec?
- Arrumando tudo para receber o Marcus.
- E o Biso Carlisle também vem? – Perguntei.
- Ele não perderia a formatura de vocês por nada.
- Mas voltando ao assunto. – Falei sorrindo e rodeando o pescoço do Ariel. – Vamos até minha casa que a tia Lice corta seu cabelo.
- Claro, claro. – Ele respondeu nos fazendo gargalhar.

***

Mônica e eu estávamos de frente pro espelho, eu vestia um vestido azul, balonê, com um lacinho na cintura. Uma sandália também azul de salto alto, meu cabelo estava preso em uma tiara de diamantes. Mônica estava com um vestido vermelho tomara que caia, com stras no bojo, a saia com varias camadas.



    
- Podemos entrar? – Tio Gui perguntou, Ariel estava do seu lado. – Uau.
- Estamos fritos. – Ariel falou gargalhando. – Todos os homens olharão pras nossas garotas. Vestimos as becas e respiramos fundo antes de irmos pra formatura.
Passamos pelas formalidades da entrega do diploma e fomos pra festa na reserva, alguns dos nossos colegas da escola também foram.
***
Todos já estavam na reserva e a festa já bombava. Foram colocadas várias tochas na praia, haviam feito uma pista pra dança e colocaram uma barraca pra colocar as comidas e bebidas. O som estava alto e vários casais já dançavam.
- Dança comigo? – Papai perguntou se aproximando.
- Sempre. – Dançamos mais de uma música então o vovô pediu pra dançar comigo, depois o biso, tio Emm, tio Jazz, tio Paul, e praticamente todos os lobos. Depois de muito dançar finalmente voltei pros braços do meu amor.
- Estava com saudade. – Sussurrei em seu ouvido.
- Eu também, mas quem me mandou estar com a garota mais requisitada da festa.
- Bobo.
- Um bobo apaixonado. – Ariel me beijou lentamente e com muito amor.
Ao nosso redor nossa família dançava, cada um com seu companheiro. Olhei pra Mônica, ela estava com a cabeça no peito do tio Gui, e sorri, ela retribuiu o sorriso e deu uma piscadinha. Ninguém sabia ao certo o que o futuro nos reservava, porém tudo o que importava era que agora estávamos juntos e felizes. Descansei minha cabeça no peito do Ariel, ele apertou seus braços em minha cintura. Ergui minha cabeça e selei esse momento com um beijo profundo, no homem da minha vida, minha alma gêmea, o amor da minha infância, o amor da minha vida.


FIM

4 comentários:

aii adorei o cap Sandry
parabéns
tava ótimo...
mas infelizmente acabou néh?
çç
Triste :(
eu amei ler essa fic
vou sentir falta dela
Beeeijos

Que pena que acabou.
beijos

Que lindo muito mesmo,
espero que tenha continuação.
Merecemos isso rsrsrs.
Vc esta de parabens

que lindoo pena q acabou vai ter cont né?

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.