19 de fev de 2011

Capítulo 27° MSN

Posted by Daniella On 2/19/2011 5 comments




São Francisco 01 de maio de 2007, sábado ás 19h27min, Apartamento dos Beckham

-Como foi o dia querida? –Christian perguntou. Ele, Ágata e Isa estavam sentados na mesa jantando.

-Foi legal. De manhã eu fiquei fazendo meu dever de casa e de tarde eu fui para a casa da Rhasna. E o seu?

-O nosso dia foi maravilhoso. –Christian disse pegando na mão de Ágata.

-Que bom. –Isa disse, mas em sua voz não havia muito entusiasmo.

-Algum problema querida? –Ágata perguntou.

-Na verdade. –ela olhou para seus pais. –Eu tive um pesadelo. –ela fez uma careta.

-Pesadelo? Como foi? –Christian perguntou curioso.

-Era como um de javú. Eu via agente indo embora de New York. –Christian franziu a testa e Ágata parecia surpresa. –Que foi? –Isa perguntou. Christian sorriu.

-Era sobre isso que queríamos conversar com você Isa. –Christian limpou a boca com o guardanapo.

-Sobre isso o que? –agora foi à vez da Isa franzi a testa e ficar surpresa.

-Sabe o Reinaldo? –Reinaldo pai de Rhasna, Isa assentiu. –Eu e ele estávamos fazendo alguns planos de nos mudar.

-QUE? De novo? Por quê? Pra onde? Por que isso só acontece comigo?Não podemos ficar só em um lugar? –Isa falava sem parar.

-Calma, calma Isa. Dessa vez é pra ficar. –Ágata a tranqüilizou.

-E vai ser onde? –Isa perguntou.

-New York. –Christian e Ágata disseram juntos.

-O que? Fala sério? New York? Minha cidade? Com minha Central Parker? Minha escola de Balé? Com meus amigos? –Isa parecia que ia chorar.

-Sim querida! Está feliz? –Ágata perguntou.

-Se eu estou feliz? Eu estou mega ultra super feliz. E o bom é que a Rhasna também vai né? –Isa falou. Seus pais assentiram. –Legal. Eu posso me retirar? –Isa perguntou.

-Claro Isa. –Christian disse. Isa levantou-se da cadeira e foi para seu quarto. Ela fechou a porta e depois correu em direção a sua escrivania onde estava seu notebook e o ligou rapidamente, foi no MSN e procurou por uma pessoa até que a achou e sorriu com esse fato.


Isa diz:
Oie! Td bem? Saudades de ti. Tenho novidades! =]

Edward diz:
Oi! Td e vc? Tb to com saudades! Sério? Novidades? Conta.

Isa diz:
Eu estou bem, melhor agora! Eu vou voltar para New York! Não é demais? Vamos poder nós encontrar Ed! Eeeee

Edward diz:
Sério Isa? Que legal. Mas... Não sei como ti dizer isso.

Isa diz:
??? Dizer oq?

Edward diz:
Isa eu não estou mais em New York. Meu pai recebeu uma oferta de trabalho em New Jersey. E nós nos mudamos quarta-feira, eu ia ti contar, mas como vc não entrou no MSN não deu pra contar.

Isa diz:
Nossa! Eu estou... Sem palavras. Eu estava tão feliz. =[

Edward diz:
Não fica triste Isa, eu não quero vê-la triste. Vamos lá animação, você vai voltar para New York. E além disso New York não é tão longe de New Jersey. Podemos nos encontrar ainda. E também você não desistiu de se formar em medicina comigo certo?

Isa diz:
Claro que não! Nosso sonho ainda está de pé. E você tem razão, vamos poder nos encontrar e curtir muito ainda, eu só fiquei triste pq New York não será a mesma coisa sem você, sem os Cullen.

Edward diz:
Eu ti entendo, foi assim também quando vc foi embora, mas não se preocupe nós ainda vamos manter contato. Mas agora eu tenho que ir meu pai ta me chamando.

Isa diz:
Ok. Manda um bj pra ele. Tchau, bjs e abraços. Até amanhã.

Edward diz:
Pode deixar que eu mando sim. Tchau, bjs e abraços. Até.


Isa desligou o notebook e foi em direção ao seu closet, ela vestiu seu pijama e depois foi para a cama.

-New York, espere por mim. –ela sorriu e depois pegou seu livro de biologia no criado mudo e o abriu na página 78.

São Francisco 02 de maio de 2007, domingo ás 15h54min, Apartamento dos Beckham

Isa estava na sala com Rhasna conversando, Reinaldo o pai de Rhasna, também é advogado e ele e Christian são muito amigos.

-Aff Rhasna ontem eu sonhei com uma coisa tão estranha. –Isa comentou.

-Você sonhou com o que?

-Da até medo de falar. –ela disse se escondendo atrás da almofada. Rhasna se apavorou.

-Fala. –ela disse temendo algo de ruim.

Isa sussurrou:

-O Black. –depois ela fechou os olhos.

-Ah Isa, eu to pensando aqui que você tinha sonhado com sei lá, o fim do mundo em 2012 e você faz drama por causa que sonhou com o Black. –Rhasna revirou os olhos e jogou pipoca na Isa.

-Depois você vai limpar. –Isa reclamou.

Rhasna deu de ombros.

-Você nem sabe de quem eu estou falando Rhasna.

-Isso é verdade, mas não deve ser ninguém de tão importante. –ela olhou para Isa. –Ou é?

-Eu vou ti mostrar. –Isa levantou-se e depois voltou com uma foto. –Olha. Esses são meus amigos de New York. Esses são os Hale, esses os Swan e esses são os Cullen.

-Gatinhos. –Rhasna disse pegando a fotografia.

-É são sim. –Isa concordou.

-E esse aqui? Quem é? –Rhasna apontou para o Jacob na foto.

-Esse é o Black.

-Ele é lindo também.

-NÃO É NÃO! –Isa disse alterada.

-Ei, calma ai. Qual é o seu problema? –Rhasna franziu a testa.

-Esse imbécil é o meu pior inimigo.

-Sério? Ele parece tão inofensivo. –Rhasna disse olhando novamente a foto.

-Mas ele não é. –Isa baixou a cabeça.

-Vai querer contar a historia? –Rhasna perguntou colocando a mão em seu ombro, ela apenas assentiu.

5 comentários:

Ai que fofo!!! Meu Deus eu queria muito que eles se encontrassem, mas que pena que os cullens nao estao mais em NY. espero que eles se encontrem.
beijos e parabéns.

eu concordo coma Jess
queria muito que eles se encontrasem
ai eu toa amando a fic
parabéns
Beeeijos

Affs não aguento ver ela despresar o Jake,
rsrs sou apaixonada por ele da dó ver ela tratar ele assim tudo pq teve aquele mal entendido.

Hmmm, mano, eu acho que a Isa tá é gostando de sonhar com o Jake e fica fingindo que não.
Sei comé, Isa. Tu não me engana não, manolinha \o/
(Nota mental: Sarah, vc precisa parar de se envolver ao extremo com a história.)
SHUIAHSIAUHSUH
Ok, parey.
Vou ler o próximo. To amando, Danyy *-* (pergunta pra Teté, hahaha)

nossa essa agora .....um verdadeiro desencontro
mais tudo ta tao lindo querida
beijusss

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.