3 de nov de 2011

Capitulo 21

Posted by sandry costa On 11/03/2011 No comments



01:35 da manhã


Está muito quieto aqui.


Isso não é bom!


Numa casa onde mora Emmett Cullen, silêncio não significa nada que preste. A última vez que ele ficou em silêncio, estava fazendo algo incomum à natureza dele.


Ele estava pensando...


E quando ele pensa, ele tem idéias...


Eu me lembro da última vez que isso aconteceu. Estávamos de férias na Ilha Esme em 1942 e ele sumiu por algumas horas. Quando ele voltou, tinha criado um novo joguinho: Batalha Naval em Tamanho real. O idiota construiu um submarino e afundou alguns navios brasileiros... Resultado: Brasil na Segunda Guerra Mundial. Por isso tenho medo das idéias de Emmett...


Não que as idéias “normais” dele não me assustem... Às vezes as pessoas devem achar que eu sou neurótica, que eu sou má... Só porque eu despedaço meu marido não quer dizer que eu não tenha coração, sabe? Eu tenho... Só não bombeia sangue, mas eu tenho. E ele ama.


Por falar em amor, Nessie está comigo hoje. Na verdade, Emmett teria que ficar com ela, mas ele sumiu. E eu nunca fico com a minha sobrinha tempo o suficiente pra fazer com que ela me chame de mamãe. Bella é tão egoísta. Ela acha que eu vou fazer igual a mulher daquele filme: a mão que balança o berço. Eu não quero Edward como marido, Bella já está morta e eu nunca perdi um filho. Se alguém tem que vingar a morte de um filho aqui é a Esme, e ela já tem seis. Imagine... Tenho pena. Ainda mais cada um com cada personalidade...


Alice é alucinada.


Jasper é depressivo.


Edward é metido.


Bella é retardada.


Eu sou linda.


Emmett é... Emmett. Isso resume várias coisas.


Ainda bem que temos Renesmee para salvar a família. Porque nem Carlisle se salva. (Ainda bem que ele credita confiança na gente e nos dá privacidade. Imagine se ele soubesse tudo o que eu escrevo a respeito dele... Não ia prestar.)


Falando em coisas que não prestam, eu vou atrás de Emmett.


02:30


Bom... Pra minha surpresa Emmett estava dormindo.


Surpresa, claro. VAMPIRO NÃO DORME!


Mas acontece que ele estava estimulando Renesmee a dormir. Como Edward pediu encarecidamente que ele não contasse nenhuma historinha pra Nessie esta semana (pois a menina ainda estava confusa em saber o porquê o nome dela, se a historinha da pequena Sereia acontecesse em La Push, seria Renechel Billie Black), então ele tentaria uma nova tática.


Cantou pra ela dormir... Nada.


Tocou piano... Nada.


Leu um dos livros de Bella para ela, pra ver se a monotonia chegava... Nada!!!


Ai ele teve a brilhante idéia: Fingiria dormir para que ele a acompanhasse.


Pelo amor de Deus, funcionaria com algo que tivesse o Q.I. inferior ao dele. Uma lesma, um caramujo, um gato, Bella... Mas Nessie. Pelo menos algo ela herdou de Edward: a inteligência.


Pera, eu escutei um barulho.





.


.


.





Olha, infelizmente terei que ir. Porque Nessie está aqui batendo na porta, falando que Emmett é sonâmbulo. Na verdade ela me disse que ele mandou dizer, mas disse para ela não falar que foi ele quem disse. Agora ele está andando pela casa com os olhos fechados, esbarrando em tudo. Vou indo antes que ele destrua a cruz de madeira de Carlisle, tropeçando dela. Por mim, quebra aquela coisa velha, horrorosa e empoeirada. Mas por algum motivo Carlisle tem amor por aquele treco.


Se Emmett fizer mais artes, vou transformar aquele crucifixo em uma big Havaiana de Pau! Ai ele vai ver só.


Até uma próxima vez.


Com amor,


Rose.

0 comentários:

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.