16 de mai de 2010

Sonho

Posted by sandry costa On 5/16/2010 12 comments


_Jake ele vai se machucar.
 Disse nervosa. E Jake ria como uma criança enquanto jogava um lindo garoto dos olhos azuis pro ar, o menino ria e seu sorriso era a copia do Jake, enquanto uma linda menina agarrada às pernas do Jake gritando. 
_Minha vez papai, minha vez. 
E sorria também, não tive como não rir e então um par de braços pequenos envolveu minhas pernas. Um lindo menino com o meu sorriso herdado do meu pai, e os cabelos pretos e pele morena do Jake disse. 
_Ouve mamãe. 

Acordei com um sorriso enorme no rosto, passei a mão na minha barriga que já dava pra ser notada, e meu sorriso aumentou. Virei e me aninhei nos braços do Jake, que automaticamente me abraçou, fiquei lembrando meu sonho, era a mesma campina dos outros sonhos, e aqueles meninos tinham os traços de Jake, meu e até do meu pai, só podiam ser meus filhos, desci minha mão pra minha barriga. Senti Jake beijar o alto da minha cabeça.
_Três. Sussurrei.
_O que?
Jake perguntou ainda meio sonolento.
_São três bebes.
 Disse acariciando minha barriga, Jake acompanhou o meu olhar e ficou em silencio, quando não agüentei mais o olhei, achei que fosse achar medo em seus olhos, ou preocupação, mais ele estava encantado e sorria emocionado, ele me beijou e pos sua mão sobre a minha.
Deitei-me novamente em seu peito e ele cantou uma das canções quiluetes que ele cantava pra mim quando eu era pequena.
Eu falei das minhas suspeitas para meu avô, mais a única coisa que podíamos fazer era esperar.
 Com três semanas minha barriga já estava enorme, com aparecia de uns sete meses, o que confirmava minhas suspeitas. Meu pai fez varias pesquisas e todos estavam apreensivos por causa do nascimento, mais Jake e eu tínhamos certeza que daria tudo certo.
 Os olhares que atraiamos antes agora aumentaram significativamente, mesmo assim tia Alice, minha mãe, Jake e eu fomos varias vezes ao shopping comprar as coisas dos bebes. Por causa da minha suspeita nós compramos tudo ao triplo. Meus tios, meu pai e o Jake remodelarão dois quartos os unindo, pois eu queria os bebes juntos, depois tia Alice decorou e colocamos os moveis que compramos no shopping.

(...) 

_Amor?
Jake me chamou com nervosismo na voz enquanto caçávamos, nas ultimas semanas eu me alimentava todos os dias tanto de sangue quanto de comida humana, eu não precisava perguntar para saber o motivo do seu nervosismo, minha barriga estava enorme, eu já estava com um mês e meio de gravidez, às vezes até eu tinha medo de cair. Jake me abraçou e nós nos sentamos em uma arvore caída.
 _Será se vai demorar a nascer?
Perguntei enquanto Jake beijava minha barriga.
_Não sei amor, mais deve ser logo.
Ele disse sorrindo, eu sabia que ele também estava ansioso, ele havia sonhado varias vezes com os bebes. Jake ultimamente ia à oficina-escola somente uma vez por semana, ele estava me saindo um maravilhoso marido e pai.
 Depois de um tempo ele se levantou, me levantando junto, então senti uma dor intensa, tentei segurar o grito mais foi impossível, Jake me olhou com os olhos assustados.
 Chegamos em casa com dois minutos, Jake me colocou na cama, e logo ouvi meu avô chegando, a dor aumentava cada vez mais.
No quarto só ficaram meu avô, meus pais e o Jake. Depois de um exame rápido, meu avô disse que estava na hora, até então nós não sabíamos o que esperar. A dor ia e vinha continuamente, eu nunca havia sentido uma dor tão forte, Jake me deu a mão, ele sofria tanto quanto eu.

 Jake 

Nessie segurou minha mão com força, eu queria poder sentir sua dor por ela. Carlisle arrumou os aparelhos e esperou, minha pequena quando não agüentava mais segurar gritava, ela estava muito suada, mais mesmo assim seu olhar era vitorioso, e quando a dor passava ela sorria.
 Depois de uma hora naquela agonia eu tive o maior susto que eu já tive na vida, a minha pequena deu um grito horrível e começou a descer muito sangue por suas pernas, e então Carlisle retirou um pequeno bebe, a pele clara, com muito cabelo, o meu sorriso era enorme, Carlisle entregou o bebe pro Edward depois de disser.
 _Uma menina.
Nessie sorria e chorava, e eu também. Olhei pra aquela coisinha pequena na mão do Edward, era inacreditável.
_Minha filha.
Sussurrei, Edward a entregou a Bells e então Nessie começou a apertar com força minha mão e Carlisle retirou outro bebe, esse tinha a pele mais moreninha e o cabelo bem preto, novamente Carlisle entregou pro Edward e ele se levantou com ele.
 Olhei pra Nessie e ela estava realmente feliz, seus olhos brilhavam mais que a estrela Renesmee. Ela estava certa sobre suas suspeitas, pois novamente ela fez força e nasceu mais um bebe.
_Menino.
Este tinha o cabelo castanho claro, Carlisle o entregou para mim, eu tremia muito, não como se fosse transformar, uma alegria enorme explodia dentro de mim.
Entreguei o bebe pro Carlisle e com muito cuidado peguei a Nessie no colo e a levei para o outro quarto, pois a cama deste quarto estava toda suja de sangue, ela estava muito cansada e logo dormiu.
Depois de algumas horas velando o sono da minha pequena fui ver nossos filhos. Eles estavam no quarto deles, e todos estavam em volta, entrei determinado e fui até eles, minhas mãos ainda tremiam de emoção, eles eram lindos, os três estavam juntos em uma cama de casal que Alice pos no quarto e ela estava tirando varias fotos deles. Eles não pareciam que haviam nascido somente há algumas horas.


_Eles vão crescer mais rápido que a Nessie.
Edward falou, respondendo o que eu tinha pensado. Fiquei um bom tempo admirando os pequenos, enquanto a Bells ficou a Nessie. Voltei para o quarto e logo a Nessie acordou.
_Oi.
Falei tocando seus lábios levemente com os meus. Ela me olhou um olhar iluminado e deu um sorriso radiante, eu sabia o que ela estava pensando e antes dela perguntar eu falei.
_Eles são lindos amor, vem vamos vê-los.
Eu deu meu corpo como apoio para ela, apesar dela já estar bem. Entramos no quarto, e todos estavam lá. Fui com ela até a cama e ela se sentou, ela chorava emocionada, e eu não conseguia descrever o tamanho da emoção daquele momento, nossos filhos pareciam reconhecer a mãe, eles a olharão e Nessie beijou um de cada vez e eu a abracei.

Nessie


Estava me sentindo em êxtase ali entre minha família, meu esposo e meus lindos filhos, eles eram divinos. Herdaram traços meus, do Jake e dos meus pais.
_Como eles vão chamar?
Vô Carlisle perguntou, nós já havíamos pensado em alguns nomes, somente de um eu não quis falar com Jake.
_Caledd. Eu disse apontando para o de cabelo castanho claro, tio Emmett lógico não perdeu a piada.
_Tal mãe, tal filha.
Nós rimos e eu expliquei.
_Caledd significa imortal e é a junção de Carlisle e Edward.(no origem Caledd é com um d somente)
Eu disse olhando para meu pai e meu avô, ambos ficaram sem palavras. Papai me abraçou e meu avô me mandou um beijo.
_Emmylie.
Disse passando a mão no rosto da minha linda filha.
_Essa eu sei.
Tio Emmett falou.
_É por causa da Emilia do sitio do pica pau amarelo, eu lembro que você amava ela.
O clima era descontraíram e todos riram, eu disse sorrindo também.
_Não seu bobo, Emmylie é em homenagem a dois de meus tios favoritos e que eu amo tanto.
Não precisava explicar quais tios eram, tio Emmett me abraçou, me levantando da cama.
_Eu também te amo monstrinha.
Ele disse me abraçando bem forte, papai e Jake o puxaram de mim rapidamente, afinal eu ainda tinha acabado de ter bebe, mais eu não senti nada. Depois de uns minutos de silencio eu falei, e havia muita emoção em minha voz.
_E este será em homenagem há alguém muito especial em minha vida, alguém sem a qual eu não sei viver. .. Jason.(pronuncia Jeison)
Eu olhei para o Jake e a emoção era evidente em seu rosto, ele abriu a boca pra falar algo mais a fechou novamente, ele me abraçou com cuidado e me beijou com amor e veneração. Minha família saiu nos deixando as sós, Jake se deitou ao meu lado entrelaçando nossas mãos e ficamos admirando nossos mais valiosos tesouros recém adquiridos.

Fanfic escrita por Sandry


12 comentários:

Lindo Sandry, maravilhoso... Pena q ta no fim
=( .... Mais a sua fic é espetacular
Parabéns!
Bjsculos^^

Que lindos bebes!!
Amei o episódio!!
Sabe minha mãe tambem criou meu nome a partir de uma junção, diz ela né, rssr
Juntou o nome da minha irmã mais velha, Iramar, com o nome da filha de uma antiga amiga dela que tinha a mesma idade da minha irmã, Daniele.. Só que como Iraele ficou horrivel ela preferiu Irielen..
Doidera né?! ahsuhaush

PS: Muito anciosa pro próximo..
Bjuss

Ficou lindo amiga,continui escrevendo assim com essa simplicidade mas com emoçoes fortes, fico no agurado do proximo capitulo.
OBS: fico imaginando meu Jake com 2,5m de altura chorando com um bebe no colo, que lindo ele, agora irá sentir os mesmos sintomas que Edward sentintiu pela Renesmee, CIUMES muitos e muitos CIUMES pois agora são 3 e a menina vai sofre 7 vezes pois alem do pai e dos irmãos ainda tem, avo, bisavo, tios, ai meu Deus espero que ela seja bem brava.
beijos e parabens

Meu muito lindo!

Sandry-san desculpa não te lido antes mais tipo eu tava num retiro e la não tinha asseço algum a net! =/

Mais assim ta MUITO lindo!

Sandry peimeiramente vo ti falar
EU QUERO UM MARIDO IGUAUSINHO O JAKE!!KKKKK
E em segundo a fic ta linda vc escreve muito bem mesmo!!
PARABÉNS
BJOKS S2

awnnnnn
tao lindos *_*
ta perfeita q pena q ta acabando mas escreve outras que se esta esta maravilhosa imagina outras =D
continue anciosa pro proximo capitulo

beijinhu
rachel

ooownt meu deus sandry taa perfeita né ?
amei esse capitulo fooi emocionante !!!!
pena q ta aacabando :/


Jéssica

pena q está acabando amei essa fic, espero q vc escreva outras,ela vai dá uma saudade enorme s2

bjos Ana Clara

Nosss!!
que lindo *--*
que pena que ta acabando =/
mais ta perfeita sandry!!

Beijos ..*

Feh

ahhh ta acabando...
mais muito boa mesmo!!!!!
Beijos

éee verdade....pena que esta acabandoo
da vontade de bater na Sandry rsrs
mas amiga....ta de mas...de verdade
beijus.

Hellena

nossa pessoal, eu até assustei.

OBRIGADA PELOS COMENTARIOSSS

bjim s2
amo vcs

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.