2 de fev de 2011

Capitulo 19

Posted by sandry costa On 2/02/2011 No comments



Minha primeira noite.




Quando a grande mansão chegou em nosso campo de visão estremeci.

Seria isso que eu queria pra minha vida?

Claro que é não a nada que eu queira mais que o amor da minha nova família.

Senti Bia  enrijecer ao meu lado.

-Vai dar tudo certo.

Assegurei ela em um som baixo demais para o motorista do táxi ouvir.

Ela sorriu timidamente.

-Pronto senhoras...

Pegamos o motorista e saimos.

Não havíamos trazido muita bagagem por isso foi mais rápido.

Respirei fundo mesmo não precisando disso, era um habito humano que não havia largado.

Bia estava atrás de mim quando a porta foi aberta.

Sorri ao ver quem veio nos recepcionar.

Esme.

Mesmo tendo vivido pouco com ela sabia que tinha um grande amor pela tal.

-Entrem crianças.

Ela nos instruiu.

-Anne querida como esta diferente...mudada.Esta linda.

Agradeci a ela que sorriu ao ver Bia.

-   E quem é essa?

-Minha amiga Bia, sei que não avisei sobre ela mas queria pedir a senhora e o doutor pra dar abrigo a nos duas...

-Mas é claro ambas são bem vindas..agora venham todos estão curiosos para conhece-la e revê-la.

Esme nos conduziu sala a dentro.

O cheiro de vampiro era mais forte aqui..Um cheiro horrível de cão entrou pelas minhas narinas.

-Mas que cheiro é esse?

Bia e eu dissemos juntas que fez Esme sorrir.

-Deve ser o Jake.

Escutamos varias risada vindas a sala de estar.

Ao entrarmos vi toda minha família sentada em algum canto da sala.

-Filha.

Alice veio ao meu encontro junto com jasper.

-Mãe Pai.

Disse abraçando ambos...era tão bom estar nos braços deles..era o único lugar onde me sentia 100% segura.

-Com esta?Aro não lhe fez nada nê?

Ri ironicamente, ele me fez algo, me transformou.

-Meu Deus Como esta linda.

Bella gritou ao me ver.

-Obrigado.

disse timidamente

Todos tinham um expressão diferente no rosto.

-Poderia explicar sua historia?

Rosalie pediu a bia que ate agora estava quieta.

-Meu pai era um vampiro que se apaixonou por um hibrida filha de uma humana com um vmapiro.Ela ficou gravida dele e no meu parto morreu.Meu pai não aguentou a dor de perder sua amada e provocou os volturri que o Matou e me criaram.Aro tem eu como filha dele.sempre briguei com Jane por que ela tinha ciumes de mim.Certa vez Aro me chamou e me deu uma missaõ de ficar em Forks estudando na escola descobrir o maximo possivel de coisas sobre vocês, contei que um de vocês estava namorando uma humana e rapidamente ele me ordenou que a raptasse.Eu fiz, mas me arrepedi.A trasformei e viramos amigas, aro nos permitiu a saida dos Volturii jurando que se algo ruim acontecer reinássemos os vampiros.

Quando bia terminou de contar sua historia todos continuaram em seus lugares como estátuas.

-Gostaria de ser nossa filha?

Meu deus Não to acreditando.

Rosalie Halle acaba de pedir pra Bia ser sua filha.

Bia ficou meio paralisada com a pergunta.

-como assim?

Bia estava em choque como eu tambem.

-Quer ser minha filha adotiva?

Vi um sorriso no rosto de Bia se formar.

-Nunca tive uma mãe

ela pensou para ela mesma.

-sim eu quero que Você seja minha mãe.

Rosalie e Bia se abraçaram fortemente.

Bia estava chorando como se fosse um bebe.

Eu abraçei minha mãe que sorriu para mim.

-Ei e Você bia acc ser minha filha?

Emmet perguntou com um sorriso no rosto de ver sua nova familia.

-Claro eu so a pessoa mais feliz do mundo.

Ficamos batendo papo ate tarde da noite.

Bia dormiu no colo de seus novos pais que a levaram para seu novo quarto.

Nunca tinha visto Rosalie tão feliz.

Depois que Bia foi durmir todos foram para seus quartos e eu fui pro meu novo que era lindo.


Tomei meu banho e fui ver um dos meus livros que eu tinha no meu novo quarto.

Era umas 2 da madrugada quando terminei de ler todos.

Não sabia o que fazer agora.

Já sei.

Sai de meu quarto e dui em direção  a dos meus pais.

Sei que ele podem estar brincando mas to nem ai...to sem sono e com medo.

Bati duas vezes na porta e na terceira.Minha mãe abriu.

-Oi filha quer alguma coisa?

Ela estava ofegante e com o cabelo amassado.

Sua roupa tinha sido posta de qualquer jeito.

-To sem sono posso durmir com vcs?

Ela sorriu mas sabia que num queria.

-Deixa pra outra hora...Beijos mãe ahh e vou caçar.

Antes de sair correndo ouvi risadas abafadas vindo dos quartos..



____________XxxxxxxxxxxxxX________________

Havia perto do rio um rebanho de cervos.

Suguei todo seu sangue.

Sentei em um pedra soliaria e fiquei a pensar.

A lua estava muito bonita, e tinha horas que a ivejava.

-Pensando em quem?

Meu mundo parou, tudo tinha saido de foco naquele instante.

Olhei para onde vinha a voz e sorri.

-Pensando na vida.

-Soube que tinha voltado.E que estava mais lidna que antes, eu havia duvidado, mas vejo que é verdade.

-Você tambem mudo.Esta mais lindo que antes.

Disse me aproximado dele.

Pude sentir seu corpo quente e seu coração aumentado o volume.

Queria sentir sua pele contra a minha.

Passei meus dedos no seu rosto.Senti ele se arrepiar, era bom.

-Vem vamo conversar longe de ouvidos vapiristicos.

Antes que tivesse terminado ele já estava correndo.

Corremos muito, ate chegarmos em uma clareira.

-         Com a nossa separação, ambos perdemos muito. Eu perdi porque você foi a pessoa que mais amei em minha vida. Você perdeu, porque fui a pessoa que mais te amou em toda sua vida...mas num se esquecça que vc é única coisa que faz meu dia ser melhor...meu coração bater...meu único ar...a razão para eu estar respirando...Eu te amo  ...

Antes que terminasse passei minha mão em seus cabelos e o beijei.

NO começo ele num estava entendendo, mas depois ele tomou ocntrole da situação.
-Eu te amo.

Foi a uinca coisa que minha mente conseguiu formular.

Um sorriso no rosto dele se formou.
-Vc não sabe o quanto eu te amo.

-Quanto mais você ama alguém, menos sentido as coisas fazem.

Disse tentado ser romantica...mas foi mais poetica.

Quebrei o espaço que havia entre nós.

Quando senti seus labios  uma corrente eletrica passou por cada membro do meu corpo.

Nos beijavamos apresadamente.

Nossas mãos ganharam vida propria.

Ele num tinha vergonha de passar sua mão em certos lugares.

Gemidos sairam de minha boca.

Ele riu.

Ele ria?então ele vai ver.

Nunca tinha feito isso..mas sabia que seria com ele.

Tomei o controle do beijo e o presionei contra arvore que quebrou no meio.

Senti seu membro duro...isso havia me deixado muito exitada.

Rapidamente tirei suas vestes so deixando de cueca.

Ele corou.

Meu deus era enorme.


Destribui beijos emseu corpo.

-tem certeza que quer fazer isso?

-não tenho duvidas.

Um sorriso malicioso surgiu em seus labios.

Ej pegou meu corpo e deitou delicadamente no chão.

Abilidosamente tirou minhas vestes.

Ele estava prestes a babar no meu corpo.

Fiquei com vergonha...

Pois num havia graça nenhuma em meu copro branco e magricelo

Olhei para minha lingeire e sorri.

Era um lingeire preta.

Otimo essa cor era o contraste da minha pele e me deixava um pouco melhor.

-você é linda.

Ej disse tirando o resto das roupas e tendo uma visão melhor de meu corpo.

Eu fiz o mesmo.


0 comentários:

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.