2 de fev de 2011

Capitulo 20

Posted by sandry costa On 2/02/2011 1 comment



Desculpas.


Ficamos juntos ate o sol nascer.

Quando o sol tocou minha pele mil diamantes apareceram..

Ej me beijou ardentemente.Eu o amava mais que tudo e todos e nunca me cansaria disso.

Se passaram horas e ainda estávamos abraçados.

Nunca esqueceria essa noite.Nunca me esqueceria dele, de seu perfume, de seu cheiro.

-Meu amor parece meio longe, poderia compartilhar seus pensamentos?

Pedi a ele que me cedeu com um beijo.

-Você me ama?

Que pergunta mais idiota mas é claro que o amava com a força de todas as minhas células de meu corpo.

Me apoiei em seu peito para poder lhe encarar, seu olhar era um tanto  desconfiado.Ele tinha uma mascara de sentimentos escondidos.

Fiquei muito tempo lhe encarando, seus olhos eram tão hipnotizadores que num conseguia desviar deles.

-Te amo e espero que entenda que é pra você que eu nasci e que foi pra você que eu me entreguei.

-Eu sei mas é que as vezes...

-Não tenha duvidas de meu amor.

Beijei sua testa e levantei.Peguei o que sobrou de minhas vestes.

-Você acabou com minhas roupas.

Disse o acusando.Ele sorriu e me puxou  novamente para seu corpo.

Um arrepiou me passou pelo corpo, era tão bom senti-lo.

Um novo beijo se iniciou.

Não queria soltar de sua boca.Será que vampiros tem vícios?

-Você já ouviu alguma historia que vampiros tenham algum tipo de vicio?

-Não por que?

-Por que estou viciada em você.

-então aproveita.

Seu cheiro era tão ,magico dominava todo o meu ser.

-se eu te pedir algo você me concederia?

-Tudo o que você quiser...

Ej se levantou pra poder sentar a minha frente.

-quero que sugue meu sangue.

Eu travei.

Nunca na minha vida tinha recebido proposta tão maravilhosa.

Quando ouvi suas palavras meu mostro interior ganho vida novamente.

Senti seu cheiro e meus instintos de predadora entraram em activa.

Mas eu não podia seu veneno era fatal a ele.

-Então?Você esta mais pálida do que antes.

Olhei bem nos seus olhos e me derreti.

Seria só uma gota.

Não o mataria.

Eu o prometi que faria todas as suas vontades.

Sentei em seu colo onde eu ficava com a boca no seus pescoço.

Beijei seus pescoço.

-tem certeza?

Já não era mais a doce Anne, tinha uma ar de malícia em minha voz.

Beijei seus lábios com luxuria.

-Absoluta.Eu quero que tenha meu sangue dentro de ti.

Essa era resposta que eu queria ouvir.

Com um movimento rápido mordi seu pescoço.

Senti ele se contorcer.

Quando seu sangue chegou a minha boca implusamente suguei mais.

EJ gemia em baixo de mim.Seu sangue era viciaste.EJ estava tremendo de prazer.

Quanto mais eu sugava mais queria.
Seus sangue quente descia pela minha garganta rasgando.Uma dor enorme cresceu na minha boca.Era muito doloroso, mas ao mesmo tempo prazeroso.

Eu queria mais e mais.

-Isso ...suga toda minha vida....vai meu amor...eu te amo.

EJ ia dizendo coisa que me exitava e me queimava por dentro.

Todo o meu mundo tinha saído de órbita.Só tinha eu e EJ e seu sangue quente e delicioso.

Uma visão horrível me fez parar.

EJ estava morto gélido e branco.sem sangue.

Senti o corpo dele mole e frio.

Imediatamente parei e o encarei.

Ele estava feio e magro...frio e muito branco..

Meu Deus  o que eu tinha feito?

-EJ ACORDE POR FAVOR VOLTA PRA MIM....

Eu gritava para seu corpo inerte.

Eu o havia matado.

Não suportaria viver sem ele.

Peguei seu corpo e corri pra casa.

Parecia que estávamos muito longe, nunca chegava e meu desespero so ia aumentando..

Quando cheguei  os rostos de todos era de horror,Bia estava em choque pelo que via.

-VOCÊ ,MATOU MEU FILHO.

Renesmee gritava comigo...

Antes que alguem pudesse prever Renesmee estava na minha garganta.

Seu ódio era tanto que eu podia sentir toda sua dor.

Eu devia deixa-la me matar.Já que ele havia ido.

-Separem-nas.

Edward ordenou ao seus irmãos que passaram os braços em volta de mim e Renesmee.

Meu pai me segurou em um aperto forte o bastante pra me soltar.

Renesmee se debatia nos braços de Emmet que estava feito uma muralha.

Consegui me soltar de meu pai e corri..

Corri o mais longe possível de lá.

Conseguia sentir todos atrás de mim, mas não queria falar com ninguém.

Atravessei a fronteira do Canadá e fiquei por la um tempo.

Tinha que esfriar minha cabeça pra poder voltar .

____________XxxxxxxxxxX____________

Havia se passado uma semana desde que EJ estava em coma.

Uma semana que estou fugindo.

Uma semana que eu quase matei minha razão de viver.

Uma semana que tive a melhor noite de minha vida.

Fiquei no canada por mais dois dias e voltei ao EUA.

Logo na fronteira me deparo com minha mãe.

-Vai ficar tudo bem.

Ela disse tentando me acalmar.

O que eu queira era um abraço daquele.

Ela passou seus braços em torno de mim, me pegando no colo e nos sentando na pedra que ali havia.

-Eu sinto tanto mãe..sinto muito pelo ocorrido.

-não se culpe..EJ esta melhor..ele quer ve-la e ..

-naõ conseguirei velo e me sentir culpada.Mãe me perdoe.

-Sabia que Renesmee lhe perdoou?

-ela não deveria.

-Uma das virtudes de Renesmee é saber perdoar... e a virtude de uma Cullen é se alto perdoar...filha estamos muito preocupados com você não consigo ter visões certas de seu futuro...Você esta em uma encruzilhada, a vários caminhos pra você escolher..

-mãe saiba que sempre vou estar com vc


Mamãe começou a cantar uma musica estranha pra mim.Era linda tinha uma letra muito calma..

Juro que ela me deu sono.

Quando ela terminou continuamos na mesma posição, eu em seu colo.

Eu parecia um bolinho em seus braços.

Seu cheiro era tão perfeito, tão puro.

Era otimo estar com ela.

Ficamos batendo um papo ate ela decidir voltar.

-vem filha não precisa temer...ele te ama e quer ve-la.

Acenti.

Antes de voltar caçamos um pouco.


_______________XxxxxxxxxX_________________

Ao chegar na mansão todos nos encaram e sorriram.

Olhei pra Renesmee que havia um sorriso muito aconchegante.

-sobre ele ta te esperando.

Não preciso dizer duas vezes subi.No andar de cima havia uma enorme fragrância de rosas.

Segui seu cheiro ate dar em um quarto.

Me surpendi ao saber que era meu quarto onde estava EJ.

Abri a porta do quarto e o vi.

Estava em um sono profundo.

Devia ser um sonho bom por que tinha um enorme sorriso no rosto.

Ele estava deitado com minhas roupas espalhas por seu corpo.

Tudo que era meu e tinha meu cheiro estava ao se redor.

Não sei por quanto tempo fiquei ali...o observando dormir.

Me assustei quando um par de olhos esverdeados me encarava.

-Anne?

Devagar sentei na cama e sorri.

-Meu amor pensei que estivesse com raiva de mim...

-Por que estaria?Eu que lhe devo desculpas por te-lo deixado neste estado.

Ele revirou os olhos e tentou se levantar.

-ei vai se machucar.

Ele gargalhou.

-ei eu não só criança e muito menos humano...eu me curo rápido.

-então por que esta no meu quarto?

Perguntei tentado fazer cara de brava.

-por que é aqui que seu cheiro esta concentrado...eu num aguentava ficar sem ele.

Beijei levem te seus lábios.

-senti sua falta.

-Não mais que eu.

Ficamos conversando ate tarde ate sua mãe mandar ele dormir.

-Vaio por seu quarto..

renesmee falava seria com ele.

-Mas mãe..to sem sono.E eu vo ficar aqui.

EJ disse dando seu sorriso que faz todos derreterem.

-Anne você se importa?

-Claro que não.

Ela assentiu e saiu.


Todos os Cullens foram caçar e eu fiquei de baba de EJ, mesmo tendo sarado rápido ele estava fraco.

Na verdade num fiquei muito como baba e sim como sua amante.

Ficamos a noite inteira nos amando ate ele cair duro de sono.

Rapidamente vesti suas roupas.E as minhas.

Desci e peguei um livro na biblioteca de Carlisle.

Fiquei lendo enquanto EJ dormia um sono leve.

Já comentei como ele é fofo?

Sim ele é muito fofo dormindo.

1 comentários:

Oi esta muito bom só que estou perdida ainda
pq se o Anne não é o imprinting do Ej, pq eles
falam o tempo todo que se amam, tipo soa como amor verdadeiro de imprinting, entende e eu achei que por
ela ter bebido o sangue do Ej ia acontecer algo diferente
ou com ela ou com ele algum dom ou alguma transformação ou
reação nela, por favor não me entenda mal é que sou louca
pela saga e sempre leio muitos fics rsrs.

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.