19 de mai de 2010

Poderosos

Posted by sandry costa On 5/19/2010 6 comments

 Agora eu entendia a veneração que minha família tinha por mim, meus filhos eram as coisas mais lindas que eu já havia visto, e se eu pudesse os admirava dia e noite, eles eram paparicados o tempo todo, e sempre sobravam braços mesmo eles sendo três. Cada pequena coisa que eles faziam era motivo de comemoração.
Vários amigos vieram os conhecer, mais nossos amigos e familiares de Forks e Lá Push ainda não os conhecia, por morarmos em outro país. Jake teve noticias de todos quando conversou com o Seth, ele queria vir até o Brasil mais como ele era sócio do Jake não poderia largar a oficina-escola, segundo Seth as coisas estavam tranqüilas por lá, meu avô Charlie e a tia Sue estavam bem, a Lynnda não havia se decidido tornar imortal ainda, ela e Ever estavam juntos. Loma havia se entristecido e se fechado quando a fixa de que sua única irmã havia morrido caiu, isso me deixou muito triste pois ela era minha melhor amiga, ela e Damen não estavam tão bem quanto eu esperava, mais torcia pra eles continuarem juntos. Marcya e o Alec continuaram em Forks eles moravam junto com a Loma, a Lynnda, o Damen e o Ever na nossa casa, que Vô Carlisle ofereceu antes de virmos pro Brasil, o pessoal da reserva estavam todos bem, as coisas estavam tranqüilas novamente, alguns foram pra faculdade e outros freqüentavam as aulas na oficina-escola, o mais teimoso era o Seth que não queria voltar a estudar. O Billy assim como o vovô Charlie estava doido pra conhecer os nossos filhos. Um dia eu sei que voltaríamos, enquanto esse dia não chega, nós nos comunicávamos por email e telefone.

(...)

Jake, eu e os meninos saímos pra caçar e de repente eu me vi vivendo a cena dos meus sonhos. Jake ria enquanto jogava Edd pro ar, ele ria com seu sorriso que era a copia exata do sorriso do Jake, enquanto Emmy agarrada às pernas do Jake gritava.
_Minha vez papai, minha vez.
Enquanto sorria me lembrando, um par de braços pequenos envolveu minhas pernas. E Jason com o meu sorriso herdado do meu pai, e os cabelos pretos, e a pele morena do Jake disse.
_Ouve mamãe.
A realidade voltou quando parei para ouvir e senti um cheiro ao mesmo tempo conhecido e novo. Coloquei Jason atrás de mim e um rosnado se formou no meu peito, Jake percebeu e colocou Edd no chão e se postou na frente dele e da Emmy. Eu estava certa era um vampiro, ele estava bem vestido, cabelo grande, a pele morena típica brasileira, mais ele não era familiar.
_Olá.
Disse com um sorriso falso, ouvi Jake começar a rosnar e tremer muito, resolvi interferir antes que virasse uma briga.
_Olá, sou Renesmee esses são: meu esposo e filhos, podemos ajudá-lo.
O seu sorriso aumentou.
_Claro.
Os olhos dele era de um tom diferente. Tinha certeza que eram lentes.
_Você procura algo em especial? Jake perguntou ainda tremendo.
_Só estava caçando.
_Mentira.
Ouvi Edd falar e olhei para ele, ele havia dado um passo na frente do pai e Jake o puxou de volta.
_O que você disse seu moleque?
O vampiro perguntou e minha visão ficou vermelha, como ele ousa.
_Eu disse que você está mentindo.
Edd disse com a voz autoritária que herdou do meu pai, e de repente o vampiro começou a se contorcer de dor, eu olhei atônita para o Jake e para o Edd, mais ele só estava olhando para o vampiro, então o vampiro com muito esforço e rosnando fugiu.
_Edd. Foi só o que eu consegui falar, Jake o pegou e o olhou.
_Foi você quem fez isso?
Jake o perguntou, ele levantou os ombros e Emmy respondeu.
_Foi sim papai, nós já até sabemos que não devemos mentir perto dele.
_E nem longe mocinha.
Eu disse e fui até Edd.
_Filho como você fez isso?
_Não sei mamãe, eu só sabia que ele tava mentindo.
_Mas... E a dor?
_Não é de propósito mamãe, eu só não consigo evitar.
Eu olhei para o Jake e começamos a rir, eu o peguei no colo e o beijei. Voltamos para casa e rapidamente todos souberam o quanto nosso pequeno era poderoso.

(...)

_Mãe, hoje vamos fazer uma homenagem pra você e o papai.
Emmy falou puxando minha mão e a do Jake até a sala do vô Carlisle, nós nos sentamos e eu vi que todos já estavam lá.

Jake 

Emmy se sentou ao lado do Edward e do Edd sorrindo de orelha a orelha, eu percebi o orgulho do Edd também, e Jason estava inquieto perto de nós.
_Nós ensaiamos essa musica pra vocês.
Jason disse apontando pra mim e pra Nessie. E então Edward e Edd começaram a tocar o piano, Jason nos abraçou e Emmy começou a cantar.

What day is it and in what month
This clock never seemed so alive
I can't keep up
And I can't back down
I've been losing so much time
'Cause it's you and me and all of the people
With nothing to do
Nothing to lose
And it's you and me and all of the people
And I don't know why
I can't keep my eyes off of you
All of the things that I want to say
Just aren't coming out right
I'm tripping in words
You got my head spinning
I don't know where to go from here
'Cause it's you and me and all of the people
With nothing to do
Nothing to prove
And it's you and me and all of the people
And I don't know why
I can't keep my eyes off of you
There's something about you now
I can't quite figure out
Everything she does is beautiful
Everything she does is right
'Cause it's you and me and all of the people
With nothing to do
Nothing to lose
And it's you and me and all of the people
And I don't know why
I can't keep my eyes off of you
You and me and all of the people
With nothing to do
Nothing to prove
And it's you and me and all of the people
And I don't know why
I can't keep my eyes off of you
What day is it
And in what month
This clock never seemed so alive



A voz da Emmy era doce e quando eles terminaram todos estavam encantados, os dois correram até Nessie e eu e nos abraçou. Nessie estava emocionada assim como eu, o restante da noite nós ficamos ouvindo eles cantarem. Pouco antes de irmos embora uma coisa estranha aconteceu, Emmy se sentou perto do piano e começou a sussurrar uma musica qualquer, sem falar as palavras e eu comecei a me sentir estranho, comecei a ficar zonzo, olhei pra Nessie e ela estava com a mão na cabeça, olhei ao redor e cada um tinha olhar diferente, espanto, susto, pavor. Edd e Jason estavam quase desmaiando e então o Edward falou.
_Bella coloca seu escuda na Emmy.
A voz do Edward falhou, e quando a Bells colocou minhas forças começaram a voltar, e todos começaram a se recuperar.
_Incrível.
Carlisle falou, Emmy estava muito assustada, Edward explicou pra ela o que aconteceu e apesar do medo ela e todos nós ficamos alegres pelo dom dela.
 Após aquele episódio fomos pra casa, os três estavam cansados e logo dormiram.

Nessie 

Depois do que aconteceu na casa do meu avô tudo ficou tranqüilo, meus dois pequenos sabiam que não deviam ficar usando seus dons se não fosse necessário, mais algo começou a me incomodar, pois Jason começou a se sentir triste por ele ser o único a não ter dom. tio Jasper sempre dizia pra ele que isso era normal, mais como fazer uma criança entender isso. Nós passamos a fazer de tudo pra entreter ele, e ele na maioria das vezes esquecia o assunto.

(...)

_Tá com você papai.
Edd gritou correndo do Jake enquanto ele corria atrás dele.
_Por quê?
Jake perguntou fazendo bico, enquanto Edd e Emmy se jogavam em cima dele, eu gargalhei.
_Você foi o ultimo que eu achei.
Edd falou e Emmy interferiu.
_Edd você não achou o Jason.
_É verdade Edd você tem que achar seu irmão.
Eu disse livrando a cara do meu amor.
Edd voltou a procurar pelo irmão, depois de quarenta minutos eu comecei a me preocupar e todos nós fomos procurar ele.
_Jason, Jason.
Nós gritamos durante bastante tempo, eu já estava desesperada, eu queria meu filho, quando percebemos que ele não estava escondido chamamos nossa família, minha mãe veio me acalmar e os outros se organizaram pra procurá-lo.
O Edd e a Emmy me abraçaram chorando e ninguém sabia mais o que fazer.
_Ele não está em lugar nenhum.
Jake falou e eu vi o desespero na voz dele, ele veio até onde eu estava e me abraçou.
_Eu quero nosso filho.
Disse com o rosto enterrado no peito do Jake. Eu sentia uma dor insuportável. E então ouvi Edd gritar.
_Jason.
Eu olhei e Jason estava em pé no meio da sala chorando muito, me soltei do Jake e o abracei, senti as mãos quentes do Jake nos abraçar e percebi que ele também estava chorando.
_O que aconteceu?
Eu perguntei mais ele estava chorando muito e não conseguia falar, Jake o abraçou para acalmá-lo e nós nos sentamos, eu olhei pro meu pai e repeti a pergunta.
_O que aconteceu?
Meu pai deu um sorriso e falou com a voz calma.
_Ele estava escondido e vocês não conseguiram mais ver ele, ele tentou chamar vocês mais ninguém ouvia ele.
_O que isso significa?
Foi a tia Alice que me respondeu.
_Que os seus três filhos são poderosos. Edd detecta quando falam mentira pra ele, e a pessoa senti muita dor até assumir sua mentira, Emmy suga a energia de quem está por perto quando começa a sussurrar musicas, e o Jason consegui se camuflar. Eu olhei minha tia com uma cara de interrogação e ela continuou.
_Além dele ter ficado invisível, ele escondeu o seu cheiro, e tenho certeza que se estivéssemos na floresta não acharíamos seu rastro.
Eu o olhei para meus três filhos me sentindo muito orgulhosa. Sim eles eram poderosos. 

Fanfic escrita por Sandry

6 comentários:

AMEI AMIGA, QUE LINDO ESSE CAPITULO SO ACHO UMA PENA NENHUM VIRAR UM LOBINHO, POIS ACHO QUE jAKE IA MORRER DE AMOR.
PARABENS FIVOU MARAVILHOSO.

Legal! ^^ Super poderosos!
Mais ai eles vão ser lobos tbm? .-.

valeu monica, hum quem disse q eles nao vao virar?
kkkkkkkkk

Serio eles vão virar? Caramba eles vão ser bem poderosos heim! kkkk
Parabéns, esta maravilhoso a fic, pena q ta no fim, meus olhos chegam enchem de agua... Mais estou anciosa pra saber oq vai acontecer na adolesencia deles** rsrs
Esta ótimo!
Bjsculos^^

Nossa que legal o dom deles..
To preocupada com esse vampiro que apareceu, o que ele queria e o por que ele mentiu pro Edd?
Ta perfeita sua fic Sandry!!
Pena que ta acabando!
Parabens!!
Bjuss

Sandry ficou perfeito!So falta eles virarem lobos
serio Sandry ta muito boa mesmo a fic pena que ta chegando ao fim porque sempre fico ansioza por mais um capitulo
PARABÉNS
BJOKS S2

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.