7 de jun de 2010

Capitulo 43° Noite

Posted by Daniella On 6/07/2010 2 comments

-Você não vem Nick? –perguntou Alec.
-Não. Me alimento de animais. E eu já me saciei hoje, vão lá. –eles assentiram. E foram para o corredor onde levava aos quartos. No caminho, ouvi uma curta conversa de Demetri e Heidi.
-Ela se alimenta de sangue de animais? –Heidi perguntou.
-Sim, o criador dela a ensinou a não matar humanos. Uma pena, pois ela não sabe o que esta perdendo. –Heidi pareceu concordar com ele. Eu me arrepiei com o que ele disse. Apesar deles matarem humanos, eles eram legais.
Me deitei na grama de folhas estreitas, pequenas e pontiagudas, de coloração verde intensa. E fiquei observando o céu infinito onde se movem os astros e estrelas. O sol se oculta no horizonte fazendo o crepusculo aparecer. Fiquei ali deitada por algum tempo tentando apenas superar a imensa saudade que me arrasa o coração, mas que vem com as doces lembranças do Cayo. Mas é átraves desse tal sentimento, a saudade, que sobrevivo quando estou longe dele. Adormeci ali mesmo, o sono guardara a minha saudade para devolvê-Ia no dia seguinte.
Acordei após sentir meu corpo se movimentando, mesmo com toda a calma e gentileza da pessoa que estava me carregando eu ainda me sentia em movimentando, aquilo me lembrou uma vez que eu estava na praia com o Cayo...
Abrir os olhos, e um lindo vampiro estava abrindo a porta do meu quarto. Alec me colocou na minha cama.
-Como foi o cardápio? –perguntei, enquanto ele me soltava gentilmente na cama.
-Eu ti acorde? Desculpa.
-Tudo bem. –ele olhou para mim novamente e deu um sorriso mostrando seus dentes perfeitos.
-Foi... Apetitoso. –disse ele respondendo a minha pergunta. –E você não está com sede mesmo? Podemos ir caçar alguns animais se você quiser.
-Não obrigada, já cacei hoje e eu estou com sono. –após eu terminar a frase eu bocejei.
-Ah é verdade, às vezes eu esqueço que você é meia vampira. –ele se sentou na minha cama. -Então você está com... Hã fome?
-Não, eu estava comendo quando eu ti conhece lembra? –ele assentiu. Eu olhei pela janela e estava uma linda noite, bem iluminada por causa das estrelas. A noite acendeu as estrelas porque tinha medo da própria escuridão talvez. Voltei o meu olhar para o Alec que continuava a me fitar e a sorrir.
-Que foi?
-Nada, só estava pensando. Você é a vampira mais poderosa desse mundo. –as pessoas sempre diziam isso. –Aro ficou fascinado por sua historia e claro seu dom.
-Você contou a ele?
-Mais ou menos. Ele ler pensamentos com o contato físico lembra? Ele tocou na Jane.
-Ah. –bocejei novamente.
-Bem parece que já é a hora de descansar. –ele deu uma risada. –Tenha uma boa noite e lindos sonhos.
-Obrigada. –ele se levantou, saiu do meu quarto e fechou a porta. Eu me levantei e tirei o all star, e cai na cama de novo e meu sonho foi simples, sonho todas as noites com o Cayo, quase sempre são cenas semelhantes com as que já vivi.
(...)
Do lado da minha cama tinha uma bandeja com um copo de suco e uma tigela de cereal. Alec. Levantei, fui até um banheiro que tinha dentro do meu quarto, tomei um banho e vesti uma roupa normal, calça, blusa e um manto, todos pretos é claro, peguei um tênis qualquer e calcei e deixei meu cabelo solto. Depois eu comi o que tinha na bandeja, escovei meus dentes e sai. Fui até a sala onde ficavam os tronos, e lá estava os lideres, e a guarda, fora a Heidi, talvez estivesse caçando mais humanos.
-Olá querida Nick. Como dormiu? –me cumprimentou Aro.
-Bem.
-Que bom. Você poderia ir a uma missão com a Chelsea e o Alec? –missão? Olhei para o Alec que disse sem voz “Depois eu ti explico”
-Hã... Ta. –Saímos nós três da sala dos tronos e depois caminhos por outro corredor até chegar ao elevador.
-Missão? –perguntei a eles.
-Só alguns recém-criados em Ándria causando problemas.
-Quantos? –perguntou Chelsea.
-Quatro. Mas estaremos em vantagem, somo três com poderes e eles são apenas um com poder.
-Que tipo de poder? –perguntei.
-Telecinesia. –disse Alec dando de ombros. As portas do elevador se abriram e Alec e Chelsea colocaram o capuz e eu fiz o mesmo, depois saímos da grande torre do relógio e começamos a correr em nossa velocidade.
-Mas esse dom é muito poderoso Alec. Temos que ter cuidado.
-Não com a Nick do nosso lado. –Chelsea assentiu. Mas eu estava sem entender nada.
-Como assim?
-Aro queria que nós a chamássemos para voltar conosco, mas depois ele mudou de idéia e disse que já que a Nick pode sugar o dom dela, podemos matá-la.
-Esperai eu não vou encostar em ninguém. E que historia é essa de matá-la?
-Vamos matar todos. Eles estão nós expondo aos humanos e isso não pode acontecer.
-Ta bom. Mas eu não vou encostar nela.
-Nick é só um favor que você está nós fazendo. –disse Chelsea.
-O problema é que Aro quer o dom dessa garota. E se vocês perceberam eu não vou ficar aqui com vocês eu vou voltar para o meu criador, estou aqui só de passagem, já essa garota se ela aceitar ficar com vocês, ela pode ficar o resto da eternidade com vocês. Eu não. – disse a ultima frase lentamente e com firmeza.
-Aro prefere uma vampira controlada com esse poder. Não uma recém-criada que não sabe se controlar.
-E o que faz vocês pensarem que eu ligo para o que o Aro prefere?
-Nick, por favor. Tudo bem você não vai ficar aqui por muito tempo sabemos disso –disse o Alec angustiado. – Mas você vai ficar ainda pelo menos algumas semanas, e você pode ser de grande ajuda. Então toque nessa garota, por favor.
-Ta. Mas é o Aro que vai estar perdendo. Por que eu já disse, eu não vou ficar muito tempo. -eles assentiram. Continuamos correndo até essa cidade em silencio.
(...)
-Chegamos! –anuncio Alec. Paramos em uma montanha e ficamos olhando a cidade. Eu não pude acreditar no que eu acabara de ver.
-Aquilo é uma árvore flutuando? –perguntei perplexa.
-Sim. È o poder da garota de que eu disse. Ela está descontrolada com a sede e com o dom.
-E se eu for descontrolada também?
-Não se preocupe. Vamos. –disse Chelsea colocando as mãos no meu ombro. Corremos até a cidade e logo avistamos os quatro vampiros vindo em nossa direção.

2 comentários:

Putz coitada da Nick! Mais lembranças em sua cabeça! =/

continuaa!


By: Aya/Bruh...

dany agora e q eu quero ver o q vc vai fazer cada cap vc me deixa mas perplexa e curiosa sempre ,,,,,,,,amiga parabens e so o q tenho pra falar

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.