10 de jun de 2010

Cápitulo 44° Missão

Posted by Daniella On 6/10/2010 4 comments

Um dos vampiros atacou o Alec que desviou, o vampiro que o atacara avançou em cima dele novamente, Alec o pegou por um dos braços e o jogou no meio da floresta. Deu para ver de relance os olhos do vampiro no meio das árvores. Alec correu até a floresta e pulou em cima do vampiro. Aquele vampiro estava acabado.
-Me solta! –disse Chelsea, eu olhei para ela, ela não estava mais ao meu lado –ou no chão- ela estava a uns três metros longe do chão.
-O que é isso? –eu disse em um sussurro.
-È o poder dela. –disse Chelsea apontando para a garota ruiva de olhos vermelhos e pele branca. –Ajude-me Nick.
-Como?
-Toque nela. –eu assenti e corri até ela. Mas ela fez com que eu flutuasse também. Eu estava perto dela, só um metro de distancia, mais eu não conseguia alcançá-la. Escutei um barulho vindo da floresta e o Alec apareceu. Ele olhou com profundo ódio para a garota ruiva que até eu senti medo. Depois ele veio com tanta velocidade que até eu perdi o que tinha acabado de acontecer. A garota ruiva estava no chão e o Alec em cima dela, eu e a Chelsea caímos no chão.
-Vem Nick. –Alec disse, depois ele voou para as árvores, eu corri até a garota e encostei nela. Tontura. Vieram lembranças da garota ruiva que se chamava Barbara e os outros três que eram irmãos dela, eles foram transformados por um vampiro cuja eu não conhecia. Depois um dos irmãos dela que era o Israel pulou em cima de mim e o outro Rafael também.
-Segure os braços dela. Eu seguro as pernas. –disse o Rafael. Depois eles se entre olharam e de repente começaram a se atacar. Eu permaneci no chão sem entender nada.
-Deixa que eu ti ajudo. –Alec disse, me ajudando a levantar. –Você esta bem?
-Sim só um pouco tonta com as lembranças. –ele assentiu, eu olhei para os irmãos que tinham acabado de me atacar e que agora estavam se atacando. – Mas por que eles estão brigando?
-È a Chelsea.
-Chelsea? Ah é o dom dela né? –ele assentiu. Chelsea tem o poder de romper ou juntar os laços das pessoas, ela deve ter feito os irmãos se odiarem.
-Onde estão a Barbara e o Felipe? –Felipe o vampiro que atacou Alec.
-Quem? Ah ta. O unico jeito de matar vampiros é queimando eles. –ele apontou com a cabeça para uma parte da floresta que estava pegando fogo. Nossa que crueldade. Mas agora não era hora de ficar descutindo isso.
-Acabe logo com isso Alec. –disse Chelsea se juntando a nós. Alec assentiu com um sorriso e depois fez com que os irmão ficassem parados no chão, sem se moverem, sem fazer nada.
-Vem Nick ajude-me. –a Chelsea foi até os garoto e eu a segui. –Pegue esse que eu pego este outro. –eu assenti, o que eu poderia fazer? Esperei a Chelsea jogar o Israel na fogueira depois olhei para o Rafael e me aproximei dele. Quando eu olho para ele, ele esta flutuando até a fogueira.
-O que é isso? –perguntei perplexa.
-Seu novo dom. Acho que só foi você imaginar pegá-lo que você o fez. Mas com o pensamento.- o corpo do Rafael caiu na fogueira e começou a pegar fogo, eu desviei o rosto daquela cena.
-Telecinesia. –sussurrei.
Depois de minha primeira experiencia em uma “missão” voltamos para Volterra. Quando chegamos a Volterra já estava a noite, fui para o meu quarto e fiquei olhando pela janela a área que eles usavam para treinamento. Hoje foi um dia diferente para mim, primeiro fui a Àndria, ajudei a matar alguns irmãos vampiros e depois termino com um dom que nem eu sei como usa-lo. Então era melhor eu começar a praticá-lo. Olhei para o lado e avistei a bandeja que ainda permanecia no chão, no lugar onde eu a deixei essa manhã, e fiquei olhando para ela e me concentrando, de repente ela levantou um pouco.
Toc, toc. A bandeja caiu no chão.
-Pode entrar. –droga logo agora que eu estava pegando o jeito alguém me interrompe.
-Oi, ti atrapalhei? –perguntou a Chelsea sem graça. Levantei-me e fui sentar na cama.
-Ah não, eu só estava tentando usar o meu novo dom. –ela se sentou ao meu lado.
-Isso é bom. –ela disse com um sorriso de aprovação.
-È. –era melhor eu aprender a me controlar, eu não quero levitar ninguém sem querer. –E então seu dom é bem legal. –disse mudando de assunto.
-È sim, o Aro acha ele fundamental.
-Fundamental?
-È, por exemplo, se estivesse apenas eu e o Alec hoje nessa missão a garota com o poder de telecinesia deveria vim com a gente, mas se ela não quisesse eu ia juntar os laços dela com os do Volturi e ela iria vim com a gente.
-Então você tipo que controla as pessoas né? –deve ser pessimo a sensação de você querer odiar uma coisa então vem a Chelsea e faz com que você passe a amar.
-Isso. –eu assenti. Ficamos conversando quase a noite toda nós conhecendo melhor, Chelsea se tornou uma grande amiga para mim.

4 comentários:

Meu a Nick ta muito amiguinha dos Volturi na minha opinião! Maaas ta muito dez a fic! ^^


By: Aya/Bruh...

Oi Dany nossa eu passei um tempinho sem ler a fic e mudou tudo.
vc sabe q eu digo sempre o q eu acho entao "o q a nick ta fazendo em volterra, pq ela ta tao amiguinha dos volturi, poxa q ingrata e nossa ela nem chegou a gostar do seth e o alec ja ta afim de dela.
a historia ta legal.

bjsss

dany por favor faz a nick tocar na chelsea e tudo q te peço por favorzinho ..............................tava magnifico como sempre valeu amiga e PARABENS

Concordo com as meninas. A Nick ta amiga demais dos Volturis e ela ta uma ingrata.. aposto que nem se lembra de como os Cullen's foram seus amigos!
Nossa! Então quer dizer que o Alec e a Chelsea não presivam ter matado a Barbara. Era só a Chelsea ter feito com que ela quisesse ir com eles, mas não, a Nick tava lé, pra que o Aro ia querer o dom da Barbara nela propria se podia tê-lo na Nick, 2 em 1?!
O que mais me adimira é que a Nick não percebe isso. O Aro esta mentindo pra ela dizendo que poderá ir embora a hora que quiser mas é claro que não vai deixá-la ir, não com o dom da Chelsea nas mãos! Ela está sendo manipulada e nem percebe isso!!
¬.¬!
Bjuss Dani

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.