29 de dez de 2010

Capitulo 32

Posted by sandry costa On 12/29/2010 1 comment







Feliz (?) Aniversário


Esse é chocante.
Aconcelho no POV do Edward ouvirem essa música:
http://www.youtube.com/watch?v=1kz6hNDlEEg
a tradução nas notas finais














*P.O.V. Jake*
Nossa como eu estava com saudades da minha pequena!!
Fazia um bom tempo que eu não a via direito.
Agora eu estava na garagem da casa dela com a Bella esperando ela chegar com o Edward. Ele a vendou, deu umas rodadas no quarteirão e agora esta trazendo a minha princesa para a festa de aniversário dela.
Eu estava tão nervoso tão ansioso!
Bella: Você acha que ela vai gostar? - ela perguntou se virando pra mim.
Eu só pensava nela. Na minha Nessie. Eu estava enlouquecendo sem ela. Eu não tinha dormido a noite toda só esperando esse dia.
Jake: Tem que... - eu parei de falar quando dei de cara com aqueles olhos chocolates me encarando.
Quanta falta eu senti de me afundar naquele chocolate derretido. Não me segurei. Puxei-a pela cintura e a beijei prensando na parede.
O beijo não era o mesmo, não sei por quê. E ela ainda tentava se soltar a força. Prendi ela ainda mais forte em meus braços e intensifiquei mais o beijo, mas ainda faltava algo, algo estava muito errado.
*P.O.V. Renesmee*
Bufei mais uma vez.
Renesmee: Edward já que você parou o carro eu posso tirar a venda.
Não foi uma pergunta, então eu nem esperei ele responder.
Arranquei a venda dos meus olhos e vi o portão da minha garagem se abrindo. No momento em que abriu vi uma das piores cenas da minha vida. Tinha que ser no meu aniversário!
Então era por isso que ele estava distante, era por isso que ficava de segredo comigo. Ele estava me traindo. E com a minha prima! E eu aposto que todo mundo sabia.
Essa é a única explicação para o que via agora. Eu estava vendo o cara que eu amo prensando e beijando a minha prima.
Edward: Vem Nessie.
Eu nem reparei que estava chorando muito. Só senti o Edward me pegar no colo e me levar pra longe dali, pra onde eu não sei, já que estava com a cabeça enterrada no peito do Ed.
Eu ouvi varias pessoas gritando surpresa, mas não me importei.
Por que logo hoje, no dia em que mais precisava dele ele fazia isso comigo?
Não tinha raiva da minha prima, ela já me ajudou muito, ela não me magoaria por nada. Claro que não ia deixar barato, ela ia me explicar tudinho! Mas aquele cafajeste nunca mais ia chegar perto de mim!
*P.O.V. Jacob*
Quando ouvi a voz do Ed e os soluços da Nessie sai do meu transe e soltei a Bella que eu achava que era a Nessie. Como eu pude fazer isso? Logo hoje?
Minha vontade era de me matar, porque eu havia acabado de magoar a pessoa que eu mais amava. A minha Nessie.
*P.O.V. Edward*
Eu não acredito que eles fizeram isso!!
Eu agora carregava a Nessie para cima, tentando achar o quarto dela. Achei um que tinha uma plaquinha com o nome dela, tinha que ser esse.
Coloquei-a na cama e ele se encolheu mais em meu colo.
Edward: Não chora Nessie.
Renesmee: Você sabia, não sabia? Você é tão cafajeste quanto ele! – e começou a me bater.
Edward: Hei, eu também fui traido OK?
Bella: Então você acha que eu te trai? – ela falou atras de mim.
Edward: Eu meio que vi Bella. – eu falei me lembrando da cena, ela ia falar alguma coisa, mas eu a interrompi. – Bella eu vi meus pais se machucando por anos sem motivo, eu vi minha mãe tentanto resgatar um passado que não ia mais voltar, se segurando em coisas boas para esquecer as ruins. Eu não quero ser como ela! Eu não quero ser feito de burro, tentando viver um amor que não exista mais.
Bella: Mas Edward, eu te amo! – ela falou com os olhos cheios de lágrimas.
Edward: Você se pergunta por que eu queria que meus pais se separassem, mas é muito simples entender. Eu não queria mais viver uma mentira! Tudo era mentira, os beijos, as palavras, e tudo sempre acabava em brigas e quem tinha que ficar cuidando da minha mãe depois que meu pai saia de casa era eu. Eu não quero viver outra mentira Bella, eu não quero viver fingindo que eu não vi a cena lá embaixo!!
Ela começou a chorar e eu sai, na porta encontrei o Jacob e lhe dei um belo soco. Apesar de tudo ele a tinha beijado e ela não tinha tentado parar.
Cheguei em casa e coloquei meus fones. A música que começou a tocar era That’s What You Get do Paramore, a música que tantas vezes eu tentei fazer minha mãe escutar, a música que agora se fazia mais sentido ainda pra mim.
“Pain make you way to me, and I’ll always be just so inviting.” (Dor faça seu caminho para mim, e eu sempre serei tão convidativo) - Depois de ouvir essa frase eu me deixei levar pela dor e comecei a chorar ao relembrar aquela cena do Jacob e da Isabella.
Relembrei também todas as vezes que minha mãe recuperava um pouco da lucidez e falava que iria tomar uma decisão, mas sempre caia nas desculpas do meu pai. Ele ia se tornar um homem melhor.Ia tratá-la melhor. Mas isso nunca aconteceu por um periodo maior que duas semanas.
É por isso que quando eles se separaram, finalmente, e minha mãe começou a seguir em frente eu me mudei pra casa do Carlisle.
Como eu sempre tinha razão nas brigas dos meus pais eu me tornei uma pessoa prepotente e que achava que sabia de tudo, mas os meninos me mostraram que eu não sabia. Esse é o motivo de ser tão dificil acreditar que o Jacob fez aquilo comigo. Ele foi o cachorro que ele costumava a ser quando nos conhecemos, é parece que só eu mudei nessa casa, só eu evolui.
E quanto a Bella, eu ainda não sei. Eu sempre estive ao lado dela, acho que me apaixonei muito rapidamente.
But that’s what you get when you let your heard win. (Mas é isso que você ganha quando deixa o seu coração ganhar.)
*P.O.V. Bella*
Renesmee: Bella? – ela falou em um soluço.
Bella: Nessie! – eu falei me sentando na cama dela e ela deitou a cabeça em meu colo. – Minha prima desculpa. Eu não consegui pará-lo.
Renesmee: Há quanto tempo vocês estão fazendo isso?
Bella: Nessie eu nunca fiz nada com ele! Ele me agarrou só hoje, nunca tinha rolado nada entre a gente!
Renesmee: Mas vocês viviam de segredinhos, tinham ficado tão próximos.
Bella: Nessie eu estava o ajudando a fazer essa festa pra você. Eu nunca te trairia depois do que a gente já passou. Eu já te vi nos seus piores momentos, você já me viu nos meus também. Você é minha prima!
Renesmee: Eu sei, mas é que ele anda tão estranho e vocês viraram tão amigos.
Bella: Sim eu era amiga dele, mas nada tinha acontecido Nessie, nós sempre falavamos sobre você.
Renesmee: Porque ele fez isso Bella?
Bella: Eu também não sei.
E não sabia mesmo eu não tinha dado tempo dele falar nada, depois do choque eu comecei a correr em direção ao quarto da minha prima, não me importava explicar pra ninguém, só ela me importava agora.
Renesmee: Será que todo esse tempo que ele estava de segredinhos comigo, ele me traia com outras?
Bella: Que eu saiba nesse tempo ele estava preparando a sua festa Nessie, ele sabia que você não ia querer uma, mas ia fazer uma sur... – ela não me deixou continuar.
Renesmee: Então ele só estava me usando pra chegar em você!
Bella: Nessie é melhor não tirar nenhuma conclusão hoje e também ficar expeculando não irá adiantar em nada. – eu falei fazendo carinho em seu cabelo como eu sempre faço quando ela está triste.
Ela logo começou a pegar no sono, chorar sempre dá sono na minha pequena.
Eu estava triste também, o Edward não acreditava em mim. Eu o amava e ele nem queria mais me olhar, será que ele tem as mesmas teorias que a Nessie, será que ele acha que eu ando traindo ele todo esse tempo? Espero que não, porque isso tudo é mentira.
Renesmee: É isso, ele a ama. – ela balbuciava enquanto pegava no sono.
Minha prima já tinha sofrido demais ela não merecia isso. Todas nós sofremos demais, por que isso acontecia com a gente?
Esme: Ela já doormiu?
Eu acenei que sim e quando eu ia me explicar a Lice falou antes de mim.
Alice: O Jacob nos contou, não precisa se desculpar de algo que você não é culpada.
Bella: O Edward acha que eu sou. – eu falei abaixando a cabeça.
Rosalie: Foda-se ele! – ela parecia muito brava, aposto que é por que ela não pode matar o Jacob. – No início eu fiquei com muita raiva de você, mas dai eu percebi que você NUNCA faria isso com a Nessie. Foi mal por desconfiar de você mesmo que por um minuto. – ela abaixou a cabeça, nunca vi a Rose tão vulnerável.
Eu a abracei e nós colocamos a Nessie direito na cama dela. Todas a beijamos como boa noite e fomos para os nossos quartos sem falar mais nenhuma palavra, porém acho que todas nos perguntávamos se isso nunca ia parar.




HEY!
Como foi o natal de vocês?
Prepaparados para o ano novo?
como prometido a tradução:
http://letras.terra.com.br/paramore/1009286/traducao.html
Bjs :**

1 comentários:

Jake burro! burro burro burro! que du mal agora que eu pensei que tudo ia acabar bem! ç.ç


By: Aya

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.