20 de jan de 2011

capitulo 8

Posted by sandry costa On 1/20/2011 2 comments

Planos...



 Ao amanhecer, Rosálie já estava pronta para partir, só esperava Renesmee acordar. Rose deixou o numero de seu celular e cartões de créditos com fundos infinitos.

  - Qualquer coisa Bella, qualquer coisa mesmo, não hesite em me ligar. -Disse ela.


- Tudo bem, obrigada. - Guardei o papel no bolso.


- Se você não se importar eu gostaria de levar umas fotos de Nessie. - Balançou o álbum em suas mãos. - Vai ser muito difícil ficar longe dela.


- Claro que não me importo Rose. Pode levar o álbum todo, eu tenho todas as copias delas. -Eu disse sorrindo.Ela guardou o álbum em sua mochila.


- Eu vou sentir tanta saudade sua Bells. - Ela me abraçou. Quem visse essa cena há cinco anos, podia nos separar que era briga, ou morte, mas agora não.


- Eu também Rose. - E era verdade... Eu sentiria muita a falta dela. Rosálie se tornou uma irmã para mim. Não demorou muito, Renesmee acordou...


- Você promete voltar para me visitar? - Era a décima nona vez que Renesmee repetia essa mesma pergunta.


- Claro monstrinha. - Rose apertou Nessie em seus braços. - Eu só estou com saudades do seu tio Emmett, mas assim que der eu volto para te visitar.


- Tudo... - Renesmee fungou. -... Bem. - Completou. Se eu tivesse a capacidade de chorar, estaria chorando. Era uma cena muito comovedora.


- Oh Monstrinha, não chore!-Disse Rose carinhosamente.


- Tudo bem - Renesmee limpou os olhos. - Mas é sério Tia Rose. Se você não voltar, eu e mamãe iremos lá te buscar pelos cabelos. -Disse ela fazendo uma cara de bravinha. Eu ri, e Rose também.


- Xiii pirralhinha, você tem que comer muito feijão e tomar muito sangue para conseguir me arrastar. - Rosálie brincou, fazendo cócegas em Nessie.


- Eu te amo, tia. -Disse Nessie encarando Rose


- Eu também amo você, agora... - Rosálie caminhou até mim, e deu Renesmee para mim. - É melhor eu ir, antes que desista e fique aqui. -Disse ela sorrindo.



  PDV Edward



Já se passaram três meses e meio, deis de que Bella fugiu com Rosálie. Emmett estava com o entusiasmo lá embaixo, deis de que Rosálie se foi, ele não falou nenhuma barbaridade.
Estávamos todos sentados na sala discutindo sobre a viagem que eu e Emmett estávamos planejando.


- Meus filhos, eu já perdi Rosálie e Bella, não quero perder vocês. - Esme nos implorava.


- Mãe, eu preciso achar Bella! Não consigo mais viver nessa agonia... - murmurei.


- Edward tem razão... Eu preciso da minha ursinha de volta. Assim como ele precisa de Bella. -Disse meu irmão tristemente.



PDV Rosálie.



Foi muito difícil deixar Bella e Renesmee, eu me apeguei muito a monstrinha, e Bella também. Mas, eu estava louca de saudades do meu ursão. Corri o mais rápido que pude. Forks não tinha mudado nada. Segui a trilha que dava em minha casa. Quando estava próxima pude ouvir a voz angustiada de Emmett.


- Edward tem razão... Eu preciso da minha ursinha de volta. Assim como ele precisa de Bella. - Own! Ele estava com saudades minhas...! Alarguei mais os passos e me joguei pela janela, agarrando-o.


- Que saudades ursão! - Gritei abraçando-o.


- Ursinha! - Me girou no ar. Busquei seus lábios, aqueles lábios macios da qual eu senti tanta saudade.


- Rosálie, e Bella?! - Olhei para trás e encarei Edward.


- Por que te interessa? - Perguntei grossa.


- Ela ainda é minha mulher! - Rosnou.


- Desista Edward! Ela ainda não está pronta para te rever. - gruni.


- Eu preciso saber se ela está bem! - Gritou ele, frustrado.


- Está melhor do que nunca!-Respondi sorrindo.


- Mas como ela pode estar bem se aquela... "coisa"... Ainda está dentro dela. -Disse ele com nojo na voz.Trinquei os dentes.


- Não ouse chama - lá de coisa, seu imbecil! Ela é o ser mais lindo que eu já vi! - Rosnei.


- Ela? Linda? Como você sabe? A coisa nem nasceu e é linda? Como um monstro pode ser lindo quando põe a vida da minha Bella em risco? - Edward estava-me empreitando. Joguei meu braço direito para trás e voltei contra seu rosto.


- Nunca, eu disse nunca, nunca mais fale assim. Ela não é um monstro, e para sua informação, já nasceu sim. E se depender de mim você nunca vai vela. - Gritei irritada. Jasper segurou-me, impedindo de avançar em Edward.


- Co-como? - Carlisle indagou, gaguejando. Seus olhos transbordavam curiosidade.


- Ela nasceu um mês depois que eu e Bella fugimos. Fiquei lá ajudando Bella a se controlar, mas devo admitir... Nunca vi uma recém-criada tão controlada. Em uma semana ela já podia ficar perto de sua filha, que é perfeita. Metade humana e metade vampira. - Todos me encaravam de boca aberta, virei para Edward e cuspi as palavras. - Ela te ama sem ao menos te conhecer! Mas você não merece tanto amor!- Eu disse com tanta rispidez e ódio.


- Como você sabe que ela o ama? - Alice, que até então estava em silencio, perguntou.


- Assim como você, ela tem um dom. Através de um toque ela pode enviar imagens para sua cabeça, formulando frases e perguntas. Devo admitir, a monstrinha é muito inteligente! Ela pede todos os dias para Bella contar sobre vocês, ela até gargalhou quando Bella disse que você a fazia de Barbie. -Eu disse sorrindo me lembrando da cena.


- Impressionante! - Carlisle se aproximou, com uma hesitação evidente. - Qual é a dieta dela?-Perguntou ele curioso


- Ela pode sobreviver de comida humana e sangue. Bella tenta convencê-la de comer umas papinhas fedorentas, mas ela sempre corre. - Ri só de lembrar.


- Corre? - Jasper também se juntou aos curiosos.


- Isso! Ela tem só dois meses, mas já está no tamanho de uma criança de três anos, e a cada dia está crescendo mais, pelo que eu e Bella pesquisamos, quando ela chegar a uma determinada idade, o crescimento para. Todos estavam impressionados com o que eu contava, Edward deu um passo a frente.


- Rose pense nela! Deixe-me ver minha Bella e minha filha! - Implorou ele. O que eu fiz? Ri? Ri não, gargalhei, e por ultimo soletrei.


- N-Ã-O! - Seu rosto se contorceu. - Quem sabe outro dia... Tipo... 31 de fevereiro. -Eu disse sarcasticamente.Edward saiu irritado pela porta e se embrenhou na floresta.


- Rosálie, porque Bella não veio com você?- Esme me perguntou enquanto me abraçava


- Ela não está pronta. -Respondi


- Você não trouxe nada da criança? Para conhecermos ela? - Alice já tinha se animado com a idéia de ser tia.


- Quando Edward volta? - Indaguei. Seus olhos perderam o foco, depois sorriu.


- Ele foi caçar volta daqui duas horas. - Respondeu Carlisle


- Vocês prometem não pensar nela perto de Edward?-Perguntei


- Prometemos. - Prometeram.

Fui até minha bolsa que estava no sofá, peguei o álbum e sorri.


- Conheçam a mostrinha... - Abri o álbum e mostrei aos cinco.


- Ela é bonita como eu! Deve ter puxado a gostosura do tio! - Emmett brincou. Percebi que todos olhavam com admiração para a foto, que é a de quando ela nasceu.


- Mostra outra. - Alice pediu, quicando e batendo uma mão na outra. Mostrei várias fotos de quando ela era pequena.


- OMG! Essa é a Bella? - Alice perguntou quando mostrei uma foto que estava Bella e Nessie.


- Sim! Ela ficou linda com a Imortalidade. -Eu disse sorrindo.


- Meu Deus, olha os olhos da pequena. - Esme colocou o dedo na foto. - São idênticos aos de Bella quando ela era humana. E olha a cor do cabelo?! Igual ao de Edward. -Disse ela com uma mistura de espanto e admiração.Eu não contei o nome da monstrinha a eles, e acho que eles estão tão entretidos que nem lembraram de perguntar.Passamos um tempo vendo as fotos, guardei o álbum logo depois, não queria que Edward visse.


PDV Edward

Embrenhei-me no meio da mata, eu estava tão arrependido por ter feito tudo o que fiz. A raiva explodiu dentro de mim, mas não era raiva de Rosálie nem de Bella. Era raiva de mim mesmo... Para aliviar minha raiva, comecei a destruir arvores ao meu redor.


- Tá treinando boxer? Ou está só extravasando? - Era a voz de Jacob, virei-me para encará-lo.


- Não me enche Jacob! Deixe-me sofrer em paz! - Rosnei, Jacob percebeu meu estado e sua feição mudou de brincalhão para preocupado.


- O que ouve?-Perguntou num tom preocupado.


- É Bella... - Suspirei -... Rosálie voltou hoje, mas sem Bella. -Respondi. Meu corpo estava mole, minhas pernas cederam, deixando-me de joelhos no chão.


- Por quê? - Jake se aproximou


- Ela quer cuidar do neném... -Respondi novamente,desanimado.


- Neném? - Ele perguntou. Jake ainda não tinha sacado que estávamos falando de minha filha.


- Minha filha... - Sussurrei. Jacob rosnou, ele odiava o bebê, por ter feito mal a Bella.


- Faça algo que preste! Invada a mente de Rosálie e descubra onde Bella está!- Estourou ele.


- Jacob, você não entende? - O encarei. - Bella não quer ser encontrada, deve ter proibido Rosálie de pensar nelas. - Eu disse tristemente.


- De um jeito! - Gritou irritado. - Torture-a até ela dizer onde Bella está.


- Você acha que eu machucaria minha irmã? Você acha que minha família permitiria isso? - Perguntei incrédulo. Mesmo odiando Rosálie eu nunca faria mal a ela. - Você teria coragem de machucar Embry? Seth? Leah?- Ele abaixou a cabeça. Depois me olhou com compaixão.


- Me desculpe. Eu sei como você se sente. - o comentou. -Mas você pode me responder uma coisa?- perguntou ele.


- Claro... O que?


- Bella... Ela, ela ainda é humana?- Perguntou ele receoso com a resposta.


- Sinceramente não sei... - Eu realmente não sabia o estado de Bella. Jacob cruzou os braços e me encarou decidido.


- Não importa o que ela seja! Ela sempre vai ser minha melhor amiga!-Disse ele com determinação. Com essa eu me surpreendi. Jacob Black, amigo de uma vampira? As coisas mudam...


- Jacob, vamos procurá-las?-Sugeri.


- Tipo espiões? - Olhei para trás e vi Emmett.


- Topo tudo. - Jacob afirmou.


- Eu também quero! - Emmett jogou as mãos para o alto.


- Precisamos de um plano para nos mudar...


- Edward! Vamos ficar mais um tempo. Esperar as coisas se acalmarem! Se nos mudarmos agora Rosálie vai perceber!-Ok. Deis de quando Emmett ficou tão esperto?


- Ok. Esperamos quatro anos. Só isso! - Falei determinado.


- 4 anos está ótimo. - Jacob concordou.


- Nós somos as Três Espiãs! - Emmett disse.


- Você é a loira! - Jacob entrou na brincadeira.


- Você a morena e Edward a ruiva. - Emmett se empolgou e começou a cantar. - Estamos prontas pra qualquer missão enfrentar e vamos encarar, mas toda vez que entramos no shopping queremos comprar. 

- Elegantes e charmosas nas missões desvendamos a trama - Fiquei surpreso com Jacob cantando também. - Bem espertas corajosas de Três Espiãs conquistamos a fama.

- E é pra já, vamos lá girem nosso programa! - Completei. Nos três rimos da nossa infantilidade.


- Ok! Tenho que ir vou a La Push, para avisar Sam, e meu pai, que daqui cinco anos vou ter a chance de ser a morena das três espiãs. -Disse ele divertido.


- Falou Chiuaua! - Emmett brincou.


- Eu o acho mais parecido com aqueles Pitt Bull castrados. - Brinquei.


- Nem vou responder. - Jake revirou os olhos e saiu correndo para a mata.


- Vamos voltar Emmett. -Voltamos para casa, e demos de cara com todos na sala.


- Emmett você pode me dizer o porquê de eu estar vendo você com um macacão de couro, vermelho, colado no corpo?

- Ah. É porque eu o Edward e o... -Tapei a boca do infeliz.


- É porque, hã, Emmett ia dar de presente a Rosálie, então decidiu experimentar. -Ok! Se deu bem Edward... Quanta criatividade! Tive vontade de me chutar!O celular de Rosálie tocou, ela atendeu, sem olhar no visor.


- Alô?


- Tia Rose! - Era uma vozinha fina e linda.


- Espera um minuto. - Rosálie nos olhou e sorriu um sorriso amarelo.

- Tenho que atender. - Saiu correndo pela porta.


- A Rose ta me traindo? - Emmett perguntou.


- Não seu idiota era voz de criança!- Dei um tapa na cabeça do infeliz


- Deis de quando Rosálie é tia? - O meu irmão coçou o queixo pensativo. Oh, agora que a ficha caiu. Era minha filha?


- Aquela era... - Comecei


- Sim Edward, era! - Alice confirmou para mim.


- Mas como é possível ela estar falando?-Perguntei indguinado.


- Edward, você conhece Bella... Deve ter feito a criança ler "Morro dos ventos uivantes", assim que a neném nasceu... -Disse Emmett


- Cala a boca Emmett!-Gritei. Subi para o meu quarto. Joguei-me em minha cama e fiquei imaginando como estaria Bella, e como é minha filha.

2 comentários:

Eu tanta dó do Edward, eu queria que ele encontrasse a filha e a bella logo.
fic maravilhosa.
beijos.

ai eu vou esplodir de tanta dar rizadas.......
menina o Emmett é um barato
o cap ficou incrivel e vc esta de parabens
beijusss

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.