16 de dez de 2011

Posted by sandry costa On 12/16/2011 No comments


02 de Abril de 2039

POV Edward

Dois meses se passaram depois daquele final de semana em que contamos tudo sobre nós a Willian e que soubemos de sua história e sobre a sua condição como humana geneticamente modificada. Algo que foi realmente surpreendente para nós. Pela mente de Carlisle pude ver toda a sua curiosidade latente em querer pesquisar sobre que tipo de tecnologia e inovação havia sido aplicadas nela, mas ele temeu por ofendê-la, já que ela mesma muitas vezes demonstrou se sentir como um rato de laboratório. Carlisle era um fã dos estudos do Dr. Jeremy Walker, mas saber de Willian e de sua condição extraordinária o fez admirá-lo muito mais.
Logo após esse episódio sentamos eu, Carlisle, Jacob e JJ e começamos a formar planos para iniciarmos as buscas do corpo de Jake e para análise dos possíveis lugares da Inglaterra onde o pai de Willian poderia estar. Graças ao Dr. Brum hoje a Inglaterra detinha um dos maiores centros científicos do mundo. De lá saia todo o tipo de tecnologia possível, variando de eletros eletrônicos à cura para raríssimas doenças. Definimos todos os pontos estratégicos, mas infelizmente não conseguimos executar imediatamente as principais tarefas descritas em nosso plano de ação. Um dos principais motivos era por que Jake ainda estava se recuperando dos ferimentos que obteve no embate com JJ lá em La Push. Já com relação às buscas para encontrar o pai de Willian, o plano definia que Carlisle estava tentanria encaminhar Willian e JJ para um curso de aperfeiçoamento em genética avançada. Já que se eles fossem por conta própria não obteriam tanto resultado, pois o acesso aos laboratórios não seria permitido a eles. A previsão do curso era de um ano, eles iriam ter tempo suficiente e se o pai de Willian estiver lá eles com certeza o encontrarão.
Nesse espaço de tempo aconteceram algumas curiosidades que ao mesmo tempo em que contribuíram para a realização do nosso plano chateou profundamente o JJ, o primeiro fato ocorrido era que o Dr. Erick Brum estava literalmente “cortejando” Willian, era visível a simpatia que ele sentia por ela do mesmo jeito que era aparente para nós o ódio que JJ cultivava contra um dos maiores cientistas do mundo e possivelmente o homem que governaria o mundo futuramente. Willian entendia bem a situação, e sabia levar a tudo com maestria, ela realmente tinha foco e eu via a sua determinação sabia que nada a impediria de chegar ao seu objetivo, a garra e a força de vontade que ela tinha para encontrar o seu pai não a impedia de aceitar os flertes que lhe eram dedicados mesmo que intimamente ela não gostasse. Até mesmo porque havia uma política no Centro de Pesquisas que não permitia relacionamento entre os funcionários então o relacionamento entre JJ e Willian dentro do Centro de Pesquisas não se passava de uma amizade do mesmo jeito que seria com Dr. Erick Brum, mesmo ele sendo a pessoa influente que ele era. JJ querendo marcar território até pensou na possibilidade de um dos dois mudarem de setor e assumirem o relacionamento publicamente, mas ele percebeu que dessa forma eles iriam ficar mais tempo afastados, e que obviamente Dr. Brum teria mais chances de ficar investindo em Willian, sem contar que para que ambos fossem fazer a especialização na Inglaterra deveriam estar locados com a equipe de Carlisle. Com isso ultimamente Willian não saía lá de casa, acabava o expediente e JJ a raptava. Mesmo ela não tendo rejeitado o seu imprint e mesmo ela demonstrando todo o amor que sentia por ele, JJ não conseguia parar de sentir ciúmes. O que levava os dois a discutirem quase sempre. Era absurdo JJ era o ser mais inteligente que eu já havia visto, mas se tratando de Willian ele perdia toda a sua razão. Nesse período Jake convidou JJ e ele tiveram um passeio onde Jake pela primeira vez “puxou” a orelha de seu filho. Renesmee ficou um pouco receosa com medo do que Jake poderia falar para o filho, ela mesmo nunca tinha visto o seu menino ficar dessa forma, mas Jake teve que ter essa iniciativa tanto porque ele o pai de JJ e tanto porque ele também era o seu alfa. Se JJ continuasse assim colocaria tudo a perder, inclusive o amor de Willian por ele.
Um boa novidade foi que Bella enfim trouxe o Mecanic Voice instalou e o conectou em Jake. Nos primeiros momentos Renesmee ficou apreensiva achando que não iria funcionar, já que aquele aparelho não funcionava em animais, mas deu tudo certo e acho que isso aconteceu pelo fato do Jake ter consciência e por estar controlando os sentidos do lobo. Algo engraçado nisso era o timbre de voz do aparelho que vinha com duas opções a primeira era uma voz feminina que poderia ser comparada com a voz de uma comissária de bordo sensual e a segunda opção de voz e que foi a que ele escolheu era idêntica a de um locutor de cinema. Já escutou aquela expressão de trailer de filmes onde o locutor fala “Em breve nos cinemas”? Pois é, imagine o Jacob com esse timbre falando Renesmee eu te amo! Se comparando a escutar a voz verdadeira de Jake, era hilário, principalmente por que eu escutava as duas ao mesmo tempo a do mecanic e a sua verdadeira voz mentalmente e ainda mais tinha aquela visão daquele lobo “normal” tagarelando pra cima e pra baixo. Mesmo assim eu me aguentei e querendo muito caçoar dele guardei a piada pra mim, mais à frente eu a usaria contra ele ou se usaria. O melhor disso tudo foi que enfim eu pude descansar e relaxar novamente, antes eu tinha que ficar com as “anteninhas” ligadas a qualquer necessidade de comunicação que ele pudesse ter e agora eu podia ignorá-lo. Mesmo com toda a consideração por Jake e mesmo sentindo tanto carinho por minha filha e entendendo que eles ficaram bastante tempo separados a situação era bastante constrangedora, pois uma coisa é eu escutar os pensamentos de todos e guardá-los pra mim, outra coisa totalmente diferente era ter que compartilhá-los com alguém e esse alguém era a minha filha e os pensamentos de Jake eram lascivos demais e eu sempre me via obrigado a ter editá-los, não para poupar Renesmee e sim para poupar a mim. Sem contar que qual o pai que gostaria de ver sua filhinha “única filhinha” nas situações na qual a mente pecaminosa de Jake se deixava submeter? Eu meio que sentia um pouco de dó da minha garotinha, mesmo ela tentando maquiar seus pensamentos eu sabia que ela também subia pelas paredes e mesmo assim ela não podia sequer imaginar o que lhe aguardava quando Jake voltasse para o seu corpo. Ele também estava ficando louco, e apesar do seu corpo atual não demonstrar nenhum desejo por ela, mentalmente ele estava a desejando desesperadamente. Desesperadamente é a expressão correta para a fase que eles estavam passando ultimamente à vida deles agora era só pra relembrar acontecimentoseróticos do passado. Nessas horas sempre que podia eu saia de casa e corria o mais longe que pudesse, se Bella estivesse comigo então ai que as coisas pioravam, pois eu ficava louco com tanta luxuria.
Na semana passada Carlisle ligou para Alice e pediu para que todos eles voltassem para casa, eles já sabiam de tudo o que estava acontecendo, mas como Jake ainda estava impossibilitado de sair em busca do seu corpo eles ficaram preparados para voltar assim que fosse necessário, sem contar com o fato de que Alice e Rosalie estavam eufóricas para conhecer pessoalmente a companheira de JJ, mesmo elas já tendo conversado com ela pelo computador.
Hoje era o dia em que Alice e Jasper e Emmett e Rose voltariam, Carlisle e JJ passariam para buscá-los no aeroporto assim que saísse do CP, pois o voo esta previsto pra chegar 30 min depois do expediente. Assim que eles chegassem iriamos montar uma estratégia de busca do corpo de Jake por toda península Olimpic. E o complicado disso tudo é que só poderíamos fazer isso durante a noite, não porque à noite nos prejudicaria, não temos problemas para enxergar com a escuridão, mas porque de dia iriamos chamar muita atenção, mesmo com boa parte do trajeto estando abandonado, já que lá foi uma das áreas mais afetadas de todo o mundo e mesmo que nós usássemos a pasta protetora de pele que JJ criou para que pudéssemos sair ao sol sem sermos expostos. Ela durava somente trinta minutos e logo depois os raios ultravioleta a dissolviam, fazendo com que voltássemos a brilhar. Como JJ ainda a estava aperfeiçoando não tínhamos muito para desperdiçar e com isso decidimos que as buscas seriam apenas durante a noite, até porque Jacob e Renesmee tinham que descansar.
JJ e Willian partirão na próxima semana para Inglaterra onde iniciarão um curso sobre a base genética das doenças. JJ já domina esse assunto e poderia ensinar Willian muito melhor do que qualquer outro instrutor, mas o curso é so uma fachada para que eles possam ter acesso a todos os setores do CP Inglaterra. Willian está confiante em encontrar o seu pai, como ela mesmo diz “... Eu sinto que ele está lá, sinto que estou indo na direção correta...”

POV Dr. Erick Brum

Todos os meus passos me levaram aquele momento. Eu não me cansava de lembrar da cerimônia onde tomei posse como governador da “Nova América” agora eu era o governador geral da região que era considerada antes da guerra como América Central e América do Norte. Eu sabia que teria uma grande oportunidade nesse novo mundo que tentava se reerguer da recente devassidão que a que foi submetido. Não compartilho essa ideia com ninguém, mas na realidade eu gostei da guerra e de suas consequências, uma delas foi que os pobres e os menos favorecidos e de pouco intelecto enfim a escoria não pôde sobreviver, pra mim, eles não passavam de lixo humano e só serviam para deixar o mundo em uma situação pior do que já se encontrava. Se imaginassem que penso assim nunca teria chegado ao lugar aonde cheguei e provavelmente nunca chegaria a onde pretendo chegar que é ser o governador geral do mundo e liderar sobre os 10 governadores da terra¹. Com todos os meus recursos, com todas as minhas pesquisas cientificas eu serei o maior rei que já existiu eu serei o próprio deus.
Todas as minhas pesquisas, estudos e minhas benfeitorias só fizeram com que a oportunidade se tornasse mais real agora eu voltava a me recordar daqueles momentos ali no backstage enquanto eu aguardava ser chamado para fazer meu juramento e ser aclamado pelo povo um flashback passava em minha mente.
O grande laboratório de pesquisa funcionava a todo vapor. Funcionou mesmo durante os ataques da 3ª Guerra Mundial. Graças às avançadas instalações subterrâneas a prova de desmoronamentos e radiação. Eu e mantinha parceria com vários países incluindo a antiga e encrenqueira Rússia. Assim que tive confirmação da guerra iminente que estava por vir ofereci abrigo e proteção a todos os meus subordinados, desde o pessoal da área das ciências biológicas, ciências da computação, robótica, nanotecnologia até os mais simples serviçais. Não por que sou um homem nobre de coração bondoso, muito pelo contrário, se fiz isso é por que tenho um propósito muito maior: Me tornar o maior, mais influente, poderoso e renomado cientista desse novo mundo, e de posse de tudo isso controlar cada ser que habita nesse planeta. Poder e ambição sempre estiveram presentes na minha vida são características natas das quais eu me orgulho muito, nada vindo dos meus pais, pois ao meu ver a única coisa boa que me puderam proporcionar foi o dinheiro. Eu sempre tive tudo o que quis, mesmo que para alcançar minhas metas, tivesse que passar por cima dos outros. Aliás houve uma coisa que eu quis a única coisa que eu mais quis em toda a minha vida, e não pude ter. Anos se passaram e eu não me esquecia. Lembro como se fosse hoje. Brenda, esse era o nome da minha fraqueza. Éramos jovens. Nós nos conhecemos no segundo período da faculdade. Ela era linda, seu sorriso radiante, me conquistou com seu olhar carinhoso e acolhedor, ao mesmo tempo em que era muito inteligente e sagaz, ela não era estupida como as outras garotas. Eu fiquei perdidamente apaixonado por ela, mas mantive esse sentimento reprimido por muito tempo, naquela época eu já tinha minhas ambições e um relacionamento amoroso não estava na minha agenda, mas quando enfim decidi que era hora de me declarar, ao invés de me surpreender, fui surpreendido. Eu tinha tudo preparado. A convidei para jantar no restaurante mais caro da cidade, comprei o anel perfeito um buquê de beijos cor de rosa, eu sabia que eram suas flores favoritas. Enfim era pra tudo ser perfeito ela chegou naquela noite totalmente deslumbrante e totalmente radiante achei que tudo aquilo era pra mim e logo depois a decepção me tomou quando ela despejou a novidade. Ela estava namorando. Estava namorando com o Jeremy. Aquele traidor de uma figa! Sempre chegando à frente e metendo o nariz onde não era chamado, eu o considerava um amigo e naquele dia o odiei mais do que tudo e me senti sendo apunhalado nas costas. Desde aquele dia eu vivo à sombra desse amor. Eu fui tão incompetente que a perdi duas vezes, uma para o Jeremy e outra para a morte. Ultimamente a lembrança de Brenda invadia mais a mente do que tudo e a causa era Willian Hastings uma das assistentes do Dr. Carlisle. Ela me lembrava a Brenda em vários aspectos e diante dessa surpresa tão agradável, vi a grande oportunidade de poder me apaixonar por alguém novamente. Havia meses em que precisava voltar para Inglaterra a fim de terminar organizar o centro de pesquisa e o meu laboratório, com o novo cargo a ser assumido no ano seguinte teria que trazer tudo para perto de mim, mas protelei essa necessidade em favor de conhecer essa jovem tão adorável. Ela sempre estava pronta a me atender e conversar comigo, apesar de ser apenas assuntos de trabalho eu notava que ela tinha um grande interesse em estar comigo e saber mais de mim, eu a estava admirando em tudo. Eu não via a hora de poder avançar um passo a mais com ela, dessa vez não perderia tempo. E toda essa situação não poderia melhorar mais, ela também iria para a Inglaterra fazer um aperfeiçoamento, e apesar dos sutis e pequenos flertes que lhe dou lá eu terei a oportunidade de fazer mais e se ela for esperta o suficiente lhe darei todo o mundo aos seus pés. E mais do que isso, lhe darei todo o meu amor. Willian... Minha maravilhosa Willian será a minha terceira chance e desta vez eu não a perderei por nada.





[1] Os 10 governadores da terra: Teoria da conspiraçãohttp://pt.wikipedia.org/wiki/Teoria_da_conspira%C3%A7%C3%A3o e os tempos do fimhttp://www.tempodofim.com/tribulacao_10regioes.htm

0 comentários:

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.