23 de jun de 2010

Capitulo 1

Posted by sandry costa On 6/23/2010 11 comments



Prólogo:

Clara

            Em dias como o de hoje, fico pensando nos anos mais difíceis da minha vida. Eu tinha somente sete anos quando vi minha mãe ser violentada, e espancada até a morte. Ela havia me mandando fugir, mais os meus olhos não saiam dos seus. Somente quando eles se fecharam e aqueles homens asquerosos, se levantaram e vieram atrás de mim, é que eu corri. Entretanto as minhas pernas pequenas me fizeram tropeçar nos ramos de uma árvore, me fazendo cai. Ouvi suas risadas se aproximando, e de repente fez-se silêncio. Quando olhei vi uma mulher linda com os cabelos pretos que brilhavam com os poucos raios de sol que ultrapassavam as árvores; sua pele parecia diamante reluzindo, mas o que chamou a minha atenção de imediato foram os seus olhos, vermelho escarlate que brilhavam como se estivesse ganhando vida neste momento, e o mais incrível é que aqueles olhos não me deram medo.
            Katerine substituiu minha mãe à altura, sempre me dando todo o carinho que poderia pedir, no entanto eu nunca me esqueci do que vi e vivi. Ela sempre me amou e respeitou a minha vontade, mesmo preferindo que eu continuasse humana, ela me transformou quando eu completei dezoito anos.
            Olhei para o lado de fora da minha janela, e o mundo parecia se diluir em água, o único som que vinham das ruas próximas era a chuva batendo no chão. Florença é uma cidade belíssima, porém nem toda beleza me impedia de me sentir presa, pelo simples fato de não sair livremente. Afinal, ser uma Bianucci e ainda por cima, ser considerada morta há dezoito anos tinha suas conseqüências. Isso e o fato de meus pais tentarem esconder o meu dom dos Volturi me faziam ter que ficar em casa há maior parte do tempo.
            Olhei meu reflexo no vidro embaçado pela chuva. Para conseguir um pouco de liberdade, eu havia mudado bastante as minhas características tão marcantes de família. Tenho um metro e setenta de altura, a pele antes branca, agora está pálida como um fantasma; o meu cabelo caramelo, que era a marca de uma das famílias mais poderosas da Itália, havia sido substituído por um cabelo curto com mechas grandes, num tom escuro com mechas rosa. Meus olhos tinham o tom típico de vampiros. Vermelho



Então ouvi a voz cantante da minha irmã perguntar:
            — Clara, posso entrar?
            Ela trouxe-me dos desvaneios. Ultimalmente vem sendo uma angústia, como se algo ruim fosse acontecer.
Miley

Estou em cima do telhado, na verdade estou flutuando, escondendo-me do meu pai. Estamos lutando. Ele é um ótimo lutador e me ensina. Agora estamos treinando. Claro que às vezes  trapaceamos utilizando os nossos dons. Meu pai consegue mover as coisas com o pesamento e isso inclui jogar algumas pedras em mim. Tenho um dom parecido; consigo mover as coisas mas com alguns detalhes particulares. Posso ler a mente das pessoas, mas não gosto de fazer isso, pois respeito as suas privacidades. E claro, consigo voar e se quiser fazer as pessoas voarem também.
            — Te peguei! — Meu pai pulou em mim e caímos no telhado, parando na grama molhada. Estava chovendo. Começamos a rolar pela grama. Não parecia mais uma luta, e sim uma brincandeira. Depois de um tempo brincando, entramos e fui tomar banho.
            Eu sou uma meia vampira, tanto que meus olhos não são vermelhos como os de meu pai, os de minha irmão e o da minha mãe. Meus olhos são verdes, e sou quase do mesmo tamanho de Clara; Meus cabelos são negros são pretos como os de minha mãe. Clara não é minha irmã de verdade, mas a considero como uma. Mamãe a encontrou quando ela tinha sete anos, e tinha acadado de sofrer um acidente com a mãe que, infelizmente, não sobreviveu. Quando ela fez dezoito anos, meus pais felizmente a transformaram em vampira. Eu amei.
            Como meio vampira e meio humana, cresci normalmente até os dezessete anos, onde paralisei. Ou seja, sou uma adolescente de dezessete anos imortal. Amo lutar, sou divertida, sincera, não gosto de pessoas falsas e amo a liberdade.
            Fui até o quarto de Clara. Somos inseparáveis. Nossa amizade é grande.
            Bati na porta antes de entrar.
            — Clara, posso entrar?
            — Claro — Ela disse com a sua voz de sino. Ela é bonita; tem olhos vermelhos, pele branca como fantasma e um cabelo lindissimo.
            Sentei-me ao seu lado e conversamos até tarde.
             — Miley! — Chamou a minha mãe. Às vezes Clara e eu nos esquecemos de que eu tinha de dormir.
            — Hora de dormir, maninha. — disse Clara.
            — Pois é. Boa noite, Clara. — Leventei e dei uma eijo na sua face.
             — Boa noite, Miley. — Sai de seu quarto e fui em direção ao meu. No caminho, me despedi dos meus pais lhe desejando uma boa noite.
            — Boa noite, pai. Boa noite, mãe. — Eles me respoderam de algum lugar da casa. Ser a única a ter a necessidade de dormir, às vezes é chato. Mas tem as suas vantagens. Sonhar


Sophia

Chamo-me Sophia. Sou uma jovem Dahuman ou feiticeiras puras. Existem poucas como eu no mundo, pois nossa raça é rara. Nos Dahuman, além de temos o controle dos elementos da natureza, como qualquer outra feiticeira, possuimos um dom especial.
            Meu dom é muito poderoso. Minha voz tem um efeito hipnótico nas pessoas, minha fala tem o poder de prender a atenção de quem escuta. Meu canto faz com que as pessoas se tornem meus escravos e meu sussurro pode deixar qualquer se inconsciente. Às vezes, tudo o que eu queria era ser normal, uma simples adolecente de 19 anos que não tem de se controlar para não hipnotizar alguém a cada vez que abrisse a boca. Às vezes eu gostaria de não ter me transformado em feiticeira.
            Tornei-me feiticeira aos sete anos. Meus pais adotivos Melina e Mordrede, que são feiticeiros, quando me adotaram, sabiam que eu seria uma boa aprendiz. Treinaram-me até os meus 15 anos de idade, quando finalmente eu desenvolvi o meu dom. Morgana, uma das mais velhas feiticeiras da cidade começou a me treinar para eu dominar o meu dom. E assim, aos 17 anos, eu já tinha o controle total de meus poderes.
            Eu sempre atrair os olhos dos garotos. Sou morena de olhos e cabelos castanhos, atla e muito bonita. Mas quando completei 18 anos e tornei-me uma feiticeira completa, minha beleza se tornou ainda mais marcante. Meus olhos castanhos ficaram mais claros; agora tinham uma cor de mel brilhante e em minha testa apareceu uma delicada mancha em forma de lua minguante. Meu corpo já bem desenhando ficou mais resistente e definido. Por isso, muitos homens correm atrás de mim, mas nunca me apaixonei de verdade e fui em busca do meu amor, que saí de casa. Eu sabia que ele não estava ali, mas irei encontrá-lo. Mas o que o destino me guardava pra mim, eu não esperava.


Lizii

Lizii. Grave esse nome. Sou uma Alfr ou Elfa da Luz. Minha luta sempre foi somente para retonar ao Reino Élfico até que em meu destino reapareceu fantasmas do passado. Meu maior dom é meu pior pesadelo, pois por causa dele, perdi pessoas que amava e fiquei presa neste mundo. Este é o motivo do qual, eu nunca o uso. Até por que existem outros poderes que necessito mais nesse momento e não posso coincidir dois poderes ao mesmo tempo.
            Meus inimigos procuram o meu ponto fraco, sem saber que eu escondo perto do meu coração, algo herdado do meu pai, que pode ser uma verdadeira arma para mim.
            Coisas boas também vieram a partir de tal momento. Uma delas é Sophia, numa época tão dificil, ela se tornou a minha irmã.
            A maior parte do tempo passo na floresta, devido a minha ligação com a natureza e seus elementos. A protejo e sou protegida por ela, e um de meus maiores inimigos é o Sol. Encontro refugio no seio da floresta. Foi na floresta que conheci Sophia, quando ela vagava em busca do verdadeiro amor.
             Voei até um dos galhos mais alto de uma velha árvore, olhando as folhas voarem e caírem no chão úmido pela fraca garoa que caía. Senti-me protegida mais uma vez e pus-me a lembrar de minha família. Meu pai o rei Kendon Thiderek que tanto me mimou, devido a ser a única filha mulher e sua preferida. Sei também que essa preferência era devido a todo meu devotamento o meu amado pai, minha mãe a rainha Sindii Thiderek que fazia de tudo para me tornar digna de meu nome, meu único irmão Jhenon Thiderek, que desde pequena me treinou e me protegeu como devia ser um irmão mais velho. Lembrei-me da última vez que os vi, em um ato de bravura meu irmão salvou minha vida e por causa dele estou aqui. Isso fez arrepender-me pela milésima vez de uma atitude impensada ou pensada só em mim, meu egoísmo se juntou ao meu medo e predominou no momento.
            Quem diria que hoje estaria onde estou, nem toda proteção de meus pais e todo ensino de meu irmão me livrou do que o destino me reservou. Desci da árvore e voltei a minha forma humana, Sophia deveria estar preocupada comigo.

Forma Elfica              Forma Humana

   O destino mesmo sendo cruel às vezes, é sábio. E em uma de suas encruzilhadas, ele unirá Clara, Miley, Sophia e Lizii.

N/A: Sandry:Mas uma fic, estou amando escrever Destino Cruzado,  espero que também gostem quando lerem, e se merecermos comentem, seus comentários são combustível para escrevermos mais, melhor e mais rápido. *-*

N/A: Dany: Se você quer ler uma fanfic com drama, comedia, ação, romance e suspense *Destino Cruzado* é perfeito para sua leitura... Venha ler essa historia e se encantar ^^

N/A: July: Oie galera espero que vcs gostem dessa fic, ela esta recheada de aventuras, ação e muito romance. Não percam! Espero vcs aqui em "Destino Cruzado"

N/A: Loma: Espero que gostem, a fic esta mara. comentem o/










11 comentários:

Sandry amei a história, legal pra caramba!!!!!!
Quero mais adorei!!
Simplesmente demais!!!!! :n

meninas pelo jeito esta fic vai ser maravilhosa.:s

parabenss!! continuaa, pelo jeito vai ser otima essa fic!! beijuss

Tcs tcs oq dizer? u.u
Se eu disser q ta horrivel, q eu odiei e tals eu to mentindo
mas..
se eu disser q amei e q ta otima e tals, vou estar sendo sinsera de mais!
Eiz a duvida cruel! u.u

continuaaaa! \o/

By: aya/Bruh..

Nuss ta muito legal,postem mais por favor!!!
:g

amigas eu ja me apaixonei e fantastico sensacional parabens vcs sao dez

ja no primeiro capitulo ja me apaixonei tenho certeza q vai fica maravilhosa fic
e ja to anciosa pro proximo capitulo
bjx
♥♥

Este comentário foi removido pelo autor.

Obrigada a todos, eu to amando escrever essa fic, por ser um pouco diferente das outras.
parabens Ju, Dany e Palloma "minha sobrinha linda, q ta indo fazer sua primeira fic" força princesa da tia.
espero q todos continue gostando


bjsss

Nossa muito legal!!
Ja to amando!!
Quando vai ter mais heim??
Bjuss

To començando essa agora, vamos ver no que vai dar! bjks Sandry

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.