2 de jun de 2010

Capitulo 1

Posted by sandry costa On 6/02/2010 4 comments

Meu lindo vizinho

P.O.V. Alice




Meu nome é Mary Alice Brandon e eu moro em Forks com mais três amigas minhas, Rosalie Hale, Bella Swan e Reneesme Carlie. A responsável pela casa onde moramos é Esme Platt, ela é uma mulher solteira muito legal e amável, nós a tratamos como mãe e ela nos trata como filhas. A casa em que moramos tem dois andares, é bem grande e aconchegante, no andar de cima tem os quartos, o 1º é o de Esme, depois o de Bella, depois o de Nessie, depois o meu e por fim o de Rose.
Estamos todas na mesma série, e hoje é o ultimo dia férias, ou seja, amanha tem aula. Estamos no 2º ano do Ensino Médio, já conhecemos a escola muito bem entramos na 7ª série, nós tínhamos 14 anos quando viemos pra cá, nós já nos conhecíamos antes de nos mudarmos pra cá, nossos pais eram amigos e compraram essa casa pra gente, porque como eles viajam muito em negocio nós nos mudávamos muito e isso nos prejudicavam na escola.
É fim de tarde e eu estou olhando para o nada pela parede de vidro no meu quarto, nossos quartos tem uma parede de vidro que tem vista para a casa da frente que também tem uma parede de vidro mostrando quartos vazios. Eu às vezes fico olhando para o nada, minha vista fica toda embaçada e eu fico pensando em qualquer coisa sem noção, mas agora minha vista estava desembaçando e eu pude vê-lo. Eu acabei de ver um garoto aparentemente da minha idade, ele é lindo. Seus cabelos são loiros e cacheados, seus olhos de um verde esmeralda e ele esta deitado na cama de barriga pra cima, só com uma calça de moletom, eu me apoiei na mesinha, porque a qualquer hora eu podia ter um colapso e cair porque ele é lindo!
Ele sentou de repente, apoiando os braços nos joelhos, mas esse simples movimento me fez ver o definido abdômen dele. Ele olhou pra mim e eu nem precisava me olhar no espelho pra saber que eu estava sorrindo. Eu com a minha linda cara-de-pau sorri mais ainda e acenei, ele deu um sorriso meio tímido e acenou de volta, eu ia tentar falar alguma coisa, mas alguém entrou no meu quarto.
Re: Lice, Lice!!! – eu virei a cadeira giratória ficando de frente pra ela e de costas pra parede. – Vem no quarto de Bella, eu tenho uma coisa pra te mostrar!!!
Ela me puxou com tudo para o quarto da Bella e nem me deixo me despedir do nosso (meu) novo vizinho (gato).
Chegando lá eu vi Bella sentada na cama dela que dava pra parede de vidro que agora tinha uma nova vista, dois garotos, um muito alto, moreno e bombado e do lado dele um garoto com cabelos cor de bronze que também estava sentado na cama do quarto da frente que costumava a ficar vazio. O garoto de topete bronze tinha olhos verdes, mas não eram tão lindo e hipnotizantes quanto os do meu vizinho de frente e foi só eu pensar nele que ele entrou no quarto, agora ele estava com uma camisa, que pena.
Re: Legal, né? Temos novos vizinhos!
A: É, mas eu já sabia.
B: Você sempre sabe de tudo Lice. Mas agora quem vai chamar a Rose? Eu não, é o meu quarto.
Re: Fala sério Isabella, esse é o único motivo pra você não ir, quer dizer além de querer ficar encarando o topetudo ali.
B: Ele não é topetudo! Mas você tem razão, a Rose hoje não ta de bom humor, vocês sabem que eu amo a Rose, mas quanto ela ta de mau humor sai de perto!
Re: Então vamos ver no pedra papel e tesoura, que tal?
A e B: OK!
A gente jogou e não sei como acabou sobrando pra mim! A azarada da casa é a Bella. Eu fui até o quarto de Rose e ela tava deitada na cama lendo revista. Eu me sentei na frente dela, ela abaixou a revista lentamente e me encarou de uma forma que me deu medo.
A: Rose, eu tenho uma novidade! – eu disse sorrindo, quem sabe ela não melhorava de humor.
Ro: Eu não quero ouvir. – ela falou voltando a ler a revista.
A: Mas Rose...
Ro: Não enche Alice! – ela me falou e eu fui saindo.
A: TPM? – eu perguntei já na porta, ela me tacou a revista só que eu fechei a porta antes.
Fui pro quarto da Bella.
A: Ela não vem! – o loirinho não estava mais lá. – Gente eu acho que eu vou dormir, amanha tem aula e eu preciso do meu sono de beleza.
Be: Que nada Lice você é linda.
A: Como você acha que eu consigo Bella? – eu disse rindo.
Dei boa noite pra elas e fui pro meu quarto, o loirinho tinha fechado a cortina provavelmente pra dormir e eu fiz o mesmo. Minha cama era longe da parede de vidro, era uma área mais separada do resto do quarto. Nossos quartos eram todos bem grandes, e na frente das paredes de vidros tinham coisas diferentes, no meu tinha a minha escrivaninha com o meu laptop, onde eu planejava tudo, principalmente as nossas roupas e do lado dela tinha um penteadeira que eu maquiava todo mundo. No de Rosalie tinha um armário gigante com espelhos na porta, no de Bella tinha a cama e no de Nessie era um sofá com uma TV de plasma e do lado um frigobar, parecia uma mini sala.
Eu fui dormir e acabei sonhando com o loirinho. Preciso dizer que foi um LINDO sonho? Eu acordei de bom humor, se bem que isso não era novidade, normalmente eu sou uma pessoa muito feliz.
Desci e tomei meu café da manha tranquilamente, Esme já tinha saído pra trabalhar, ela é médica no hospital de Forks, mas quando nossos pais falaram que nós viríamos pra cá, ela não pensou duas vezes em se mudar de sua casa pra cuidar da gente. Estávamos todas lindas quando começou a discussão.
A: Nós vamos no meu carro!
Ro: O meu é o mais potente nós vamos no MEU!
Be: Vocês correm como loucas, nós vamos no MEU!
A: Gente é minha vez! – eu falei fazendo biquinho e elas cederam.
Ro: Ta bom Alice a gente vai na gema. – ela não gostava muito do amarelo do meu Porshe.
Be: Só não ultrapassa os 100km/h, já basta a ultima vez. – ela falou entrando no carro.
Rose foi no banco da frente e Bella e Nessie foram no banco de traz. Nessie contra a vontade dela, pois ela queria ir na moto dela, mas nós não deixamos.
Chegando na escola, nós fomos direto pra sala fofocar. Eu fui falar com uns amigos meus, mas eles estavam ouvindo um menino novo que eu descobri ser o Emmett, ele era muito grande, tudo bem que eu sou bem pequena, mas ele era muito grande mesmo, e também era muito forte e seus cabelos eram pretos e curtos.
Emm: É sério! Ela era linda e tinha um corpo... que corpo!
Ro: De quem vocês estão falando? – ela chegou preocupada que exista no universo alguém mais bonita que ela.
Emm: De uma garota que eu vi ontem na frente do meu quarto. – ele fechou os olhos para lembrar dela. – Ela era linda uma loira muito gostosa. E quando eu tava vendo, ela tirou blusa ficando só de short jeans e sutiã vermelho, eu assumo que quase babei.
A: Perai, como era esse sutiã? – essa garota me lembrava alguém.
Emm: Era vermelho, com listras vermelho purpurinado.
A: Rose, você não tava com short jeans e com o... – eu me virei pra falar com a Rose
Emm: Era você! – ele falou apontando pra Rose que ficou super vermelha. – A garota do quarto da frente! A garota do sutiã...
Ro: TOPE meu querido, aquilo era um tope, não denigre mais a minha imagem do que você já esta denegrindo. – ela estava com a mão na testa se lamentando o acontecimento.
Emm: Mas você estava maravilhosa, quase me fez babar. – ele tinha puxado ela pela cintura e estava sussurrando no ouvido dela. – E aquele sutiã... – ele falou suspirando.
Ro: TOPE SEU DEBMENTAL! – ela gritou no ouvido dele.
Emm: Ai, assim você me deixa surdo. – ele falou se separando dela.
Ro: Bem feito, isso vai te ensinar 1º a diferença entre Tope e sutiã e 2º a não me espionar, enquanto eu mudo de roupa!
Emm: Eu não te espionei, eu estava no meu quarto...
Ro: Perai? Esse debmental é nosso vizinho? – ela tinha perguntado pra mim.
A: Era o que eu estava tentando te falar ontem. Temos novos vizinhos. – eu falei animada e ela estava chocada.
Ro: Olha aqui... – ela disse apontando pro Emmett. – Se você me vigiar, espionar ou qualquer coisa assim e ainda por cima contar pra alguém na escola vão ter sérias conseqüências!
Emm: Calma. Eu nem mostrei fotos... – ele bateu a mão na testa. – Droga!
O loirinho de ontem se aproximou do Emmett.
Loirinho: Que burrada você fez dessa vez Emm?
Emm: Ah Jasper (então o nome dele é Jasper. Eu gostei!) foi uma das minhas piores burradas. Eu vi uma loirassa na minha frente só de suti...tope – ele corrigiu após levar uma encarada da Rose. – e NÃO tirei foto, nem uma! Da pra acredita Jazz? – ele colocou a mão na testa e Rose suspirou aliviada.
Ro: Pelo menos isso. – ela sorria.
O sinal tocou e nós fomos nos sentar, normalmente sentávamos na ultima fileira, mas já estava ocupada pelos nossos novos vizinhos. Eu estava na frente do Jazz *.*, Bella estava na frente do topetudo, Nessie na frente do bombadão e Rose pra azar dela na frente do Emmett, e a pergunta que não sai da minha cabeça era: Mas não era a Bella a azarada da nossa casa? Hoje ela nem tropeçou...ainda.
Eu olhei pro lado e o topetudo encarava a Bella e nem se esforçava pra fingir que estava prestando atenção na aula. Eu então olhei pro outro lado e vi Emmett provocando a Rose. Ele passou as mãos no levemente no cabelo dela e ela não fez nada, mas ele estava em território perigoso, Rose amava o cabelo. Ele então soprou o cabelo dela bagunçando um pouquinho e ela bufou. Mas ai ele foi com a mão e bagunçou o cabelo da Rose, eu fiquei com pena...dele, a Rose pode ser bem cruel quando quer. Ela bateu na mesa e virou pra traz com uma cara medonha.
Ro: Ô GAROTO, DA PRA PARAR DE ENCHER?!
Ele simplesmente riu, o professor que estava escrevendo algo no quadro se virou com a gritaria da Rose.
Prof: Senhorita Hale, é melhor ficar quieta se não quiser ir pra coordenação no 1º dia de aula. E você senhor...
Emm: McCarty, Emmett McCarty.
A: Ele tentou da uma de James Bond?
Jazz: Acho que foi, só o Emmett mesmo.
Prof: Senhor McCarty é melhor parar de provocar a senhorita Hale ou vão os dois pra coordenação.
Emm: Eu não estava provocando ela.
Ro: Você bagunçou o meu cabelo, O MEU CABELO!
Prof: Já chega, os dois pra fora. Estão pensando que ainda estão de féria? As aulas começaram!
Eles se viraram pra sair e o professor se virou para o quadro pra terminar de escrever.
A: Achou um companheiro de coordenação esse ano Rose. – eu disse sorrindo.
Ro: Ô miniatura, não meche comigo! – ela disse irritada.
A: Calma Rose, ele pode ser um bom companheiro. – eu disse ainda sorrindo.
Emm: É Rose, me de uma chance. – ele disse rindo.
A: Viu Rosalie, ele pode até ser legal. – eu disse rindo.
Ro: Vai se fude Alice! – ela já esta na porta e por isso eu tive que fazer leitura labial pra entender.
A: Por quê? Você ai fazer isso com o Emmett?
Ela me mostrou o dedo, eu mandei um beijo pra ela e continuei rindo. Eu tava rindo tanto das caras da Rose que nem percebi que tinha deitado minha cabeça na mesa do Jazz. Quando percebi, percebi também que seus lindos olhos verdes estavam me encarando, eu sorri timidamente com isso ele abriu um lindo sorriso.
A: É...desculpa. – eu disse me levantando e o encarando de frente.
Jazz: Não, tudo bem. – ele sorriu mais ainda e eu me segurei pra não suspirar.
A: Alice. – eu disse esticando a minha mão.
Jazz: Jasper. – eu sei!
O professor tossiu “meio” alto e eu tive que vira pra frente. Eu peguei uma folha do meu caderno, rasguei escrevi: “Bem vindo a escola” e passei pro Jasper, eu sei que não foi criativo, mas eu só queria manter uma conversa com ele. Ele me passou de novo o bilhete: “Obrigado”. Eu escrevi “de onde você é?”. E assim a gente começou a conversar banalidades por bilhetinhos, ele é lindo, legal, fofo, gostoso, simpático, divertido, tinha um sorriso de matar, ele é perfeito.

4 comentários:

Oi Lala, vc ja sabe q eu simplismente amei sua fic, ela é show

bjsss
parabens e bem vinda ao BET

Amei essa fic!!!
ela é mto legal!!!
Parabéns!

kkkkkk rir pra caramba^^
Vey sua fic é perfeita... Muito massa!

AMEI
posta mais!!!!
PARABÈNS
Bjsculos^^

oi perfeita e sua fic continui nesse ritmo .ela e muitissimo interessante,engraçada,divertida,jovial,ares novos pra gente ler e se divertir PARABENS E CONTINUI ASSIM

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.