9 de nov de 2011

Capitulo 6

Posted by sandry costa On 11/09/2011 4 comments


Os três estavam sentados ao redor da mesa. Jacob e Anthony se deliciavam com a lasanha que Bella havia feito para o almoço deles. Já July não havia nem tocado no prato, perdeu toda a fome que estava.

- Você sabe que o que fez foi injusto. – Ela não agüentou e acusou o irmão, ele apenas revirou os olhos e engoliu o que havia colocado na boca. – Thony, mamãe passou horas limpando a casa e cozinhando, deixa de ser insensível, ela só queria almoçar conosco.

- E ela estaria almoçando se não fosse tão hipócrita. – O menino bufou.

- É verdade, qual o mal em eu vir e almoçar com meus filhos?

- Hipócrita? – A garota bufou. Ela sabia muito bem o tipo do pai que tinha, só tinha pena de Anthony por não enxergar isso. – Pai, você pelo menos devia ter ligado avisando, já que não mora mais aqui.

- Por pouco tempo maninha.

July levantou-se da cadeira e saiu da cozinha. Ela não entendia como o irmão poderia ficar ao lado do pai se era a mãe deles quem sempre se esforçou para dar o melhor para eles. Apesar de ser mais nova que o irmão, July, é mais madura. Compreendeu perfeitamente quando Bella disse que agora seria só os três e que ela e Jacob estavam se separando, ao contrario do irmão.

A menina sabia que sua mãe queria o que nunca teve com Jacob em sua vida: Felicidade.

***

Edward abriu a carteira, colocando sobre a mesa os vinte dólares.

- Ok, isso aqui está uma delicia! – Ele apontou para o prato de macarronada em sua frente. – Sério, onde aprendeu a cozinhar assim?

Bella deu de ombros limpando a boca.

- Quando você tem duas crianças que falam e grita muito, você precisa arrumar um jeito de deixá-las caladas. – Isabella deu de ombros, mas logo os dois riram. – Mas eu estava brincando sobre os vinte dólares, não quero seu dinheiro.

- Nós apostamos. Aposta é aposta. – Edward torceu os lábios. – Não quero sua pena.

Ela puxou a nota e a guardou na bolsa.

- A louça é sua.

- Foi você quem sujou...

- Ora Edward, você não fez nenhum esforço, só comeu.

- Eu lavo, mas você seca.

A morena concordou. Os dois retiraram a mesa e foram para a pia. Lavaram os dois pratos, os talheres, as panelas e os copos.

- Viu, sua mão nem caiu. – Isabella zombou.

Edward riu, apoiando um braço de cada lado do corpo da morena, prendendo-a entre a pia.

- É não caiu. – Os olhos dele prenderam-se na boca dela. – Posso fazer o que eu i fazer enfrente a escola?

Bella não respondeu, estava desorientada com o cheiro maravilhoso de Edward.

O rapaz entendeu aquilo como um sim. Subiu uma de suas mãos pelo braço dela, devagar, sentindo-a se arrepiar. Seu quadril grudou-se no dela. A morena fechou os olhos quando os dedos de Edward alcançaram seus cabelos, puxando-a de encontro à boca dele.

Agora ninguém estava ali para interrompê-los. Edward resolveu não enrolar muito, há quase 18 anos não sentia aquela língua em sua boca.

Isabella abriu os lábios quando a o Cullen pediu passagem com sua língua, ambos gemeram. A outra mão dele que ainda estava na pia subiu para o quadril da morena, puxando-a para mais perto.

O pano de prato que estava nas mãos da moça caiu no chão, seus braços enlaçaram o pescoço dele, entregando-se ao beijo. Era tudo igual, parecia que haviam voltado no tempo e estavam mais uma vez escondidos, se beijando. As línguas entrelaçavam-se dentro de suas bocas, e o beijo que era calmo aos poucos se tornou voraz. Quando o ar começou a ficar escasso, ambos se afastaram ofegantes.

- Me desculpa. – Ele se apressou em desculpar-se.

Isabella apenas rolou os olhos e o puxou pela camisa, voltando a colar suas bocas. Finalizaram o beijo com alguns selinhos. Um conhecia o que o outro gostava, já que ambos trocaram o primeiro beijo e tentaram vários outros até encontrarem o que os agradava.

- Você ainda beija do jeitinho que eu te ensinei. – Bella abriu os olhos rindo.

- Não exatamente, você não me ensinou, apenas disse o que fazer. – Edward riu, roçando seus narizes com braços fechados ao redor da cintura dela.

- Verdade. – Ela mordeu os lábios – Eu assistia muita televisão. – Bella deitou sua cabeça no peito dele – Você sabe que o que acabamos de fazer foi errado certo?

- Por quê?

- Eu, tecnicamente, ainda sou casada.

- Então quer dizer que sou o amante? – Ele riu, deslizando os dedos pelas costas dela – Sempre quis ser um amante.

- Edward, estou falando serio. – A morena tentou se afastar, mas ele a segurou junto ao seu corpo.

- Eu não me importo... – Edward deu de ombros sentando-se em uma cadeira e puxando Isabella para seu colo – Bells somos grandes, vacinados, nos conhecemos desde pequenos, e além do mais eu gostei muito do que aconteceu.

- Eu sei, mas meus filhos nunca vão entender isso... – Ela apoiou o queixo no ombro dele.

- Bom, não precisamos nos agarrar na frente deles, dele para ser mais preciso. Acho que July é madura o suficiente para compreender isso.

- Thony não.

- Podemos fazer qualquer coisa, namorar escondido, sermos amantes, menos nos afastar. – O Cullen a abraçou – 18 anos já foi muito. – Ele sorriu – Mas deixe isso para depois. – Com ela em seu colo Edward se levantou e caminhou até a sala. Deitou a morena no sofá, acomodando-se ao lado dela e depositando alguns selinhos nos lábios macios de Isabella. – Você vai ir para sua casa agora?

- Não. – Bella sorriu – Vou direto para o hospital.

- Você só entra as 15h00min, ainda da tempo de dormir um pouco. Quer descansar lá encima? Eu te acordo.

- Não Edward, eu entro as 15h00min, mas saio as 19h00min, depois terei tempo par a dormir – Ela mordeu os lábios.

Edward deu de ombros e voltou a beijá-la, mas alguns minutos depois Isabella acabou caindo no sono e o Cullen a levou para seu quarto deitando-a na cama. Ele tentou sair, do quarto, mas a cama era tão grande para ela ficar deitada ali sozinha...

Caridoso, Edward se deitou ao lado dela, puxando-a para cima do seu peito.

4 comentários:

Só o Edward mesmo ;)
Vamos ver o que vai acontecer agora.

Débora

MARAVILHOSSOOOOO, PERFEITO, MAIS QUE D+++++!!!
Tirando a parte de Jacob.
Mais 'n melhor q o original, eh claro...

V.M

Não tenho palavras para disser o que eu estou sentido.
Estou louca para ver o que vai acontecer.
Não demora muito para postar o próximo.
Bjs
Aline

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.