4 de nov de 2011

Posted by sandry costa On 11/04/2011 1 comment

Este foi o capitulo mais comentado na semana
Fic Sr e Sra Stranger, capitulo 8

Descoberta

Aquela tarde estava chuvosa, o que era estranho já que na noite anterior estava fazendo em torno de 31° graus. Esse tempo chuvoso fazia com que Bella se lembrasse da pacata cidadezinha no interior de Washington, Forks, e claro seu pai Charlie. Bella estava com saudades dele e ela estava fazendo planos para ir até lá visitá-lo quando Jacob retornasse de viagem.

Jacob...

Bella suspirou. Ela infelizmente não conseguia parar de pensar na traição que ela fez com ele. Ela não devia ter cedido aos lábios de Edward, aos seus braços tão fortes e quentes. Braços que seriam bem-vindos nesse frio que fazia em Nova York. O tempo lá fora estava realmente gelado, mas isso não era motivo para ela querer os braços de Edward em volta de si, ou simplesmente aquele sorriso torto tão caloroso.

Bella balançou a cabeça negativamente e voltou sua atenção para o filme que passava na TV a sua frente. Ela tinha que esquecer Edward.

A campainha tocou e Bella estava tentada em continuar deitada no sofá enrolada com seu cobertor e ignorá-la, mas podia ser algo importante, então ela se levantou e caminhou até a porta.

Edward estava usando um terno, sua gravata estava folgada em seu pescoço e seu cabelo estava molhado, mas seu terno não estava tão ensopado quanto ao seu cabelo cor de cobre. Ele a olhava intensamente com aquele par de olhos verdes.

— O que está fazendo aqui? — Bella perguntou abraçando a si mesma, pois uma corrente de ar invadiu seu apartamento passando por ela e fazendo todos os pelos de seu corpo se eriçar.

— Posso entrar? — Edward perguntou. Ele estava sério o que Bella achou muito estranho.

— O que você quer?

— Preciso falar com você Bella. Não se preocupe eu só quero conversar. — Bella abraçou mais a si. — Conversar pode fazer você se esquentar. — Edward abriu um pequeno sorriso. — Ou se você quiser eu mesmo posso esquentá-la. — Dessa vez seu sorriso foi cheio de segundas intenções.

— Ah, esse é o Edward que eu conheço.
 — Bella disse não conseguindo esconder um sorriso tímido, mas logo ela se recompôs. — Eu não quero falar com você. — Bella estava se preparando para fechar a porta.

— É sobre seu estúdio. — Edward disse rapidamente e Bella parou a porta no meio do caminho e a abriu novamente.

— O que tem meu estúdio? — Bella franziu o cenho.

— Posso entrar? — Bella mordeu o lábio inferior em dúvida e Edward segurou a vontade de tomá-la nos braços e beijá-la intensamente.

Bella deu passagem para Edward passar e disse por fim:

— Entra.

Edward sorriu vitorioso e entrou no apartamento de Bella. O lugar era simples, mas muito bonito. Na entrada você se deparava com a estante que possuía fotografias, um aparelho de DVD e uma TV ligada em algum filme qualquer. A frente da estante havia uma pequena mesa de centro e a frente da mesa de centro havia um grande sofá branco, onde Bella estava deitada há poucos minutos atrás. Ao lado direito tinha um corredor onde Edward julgou levar aos quartos e ao toalete, ao lado esquerdo você podia avistar a cozinha e entre a sala e a cozinha havia uma copa, com uma mesa redonda de vidro e as cadeiras da cor marfim. Entre a copa e a sala havia uma janela de vidro que era coberta por uma cortina branca. A parede da sala era enfeitada com quadros abstratos.

— Belo apartamento. — Edward comentou.

— Obrigada. — Bella fechou a porta e seguiu até o sofá branco onde estava deitada. — Sente-se. — Ela ofereceu o outro sofá, próximo à janela.

— Ah claro. — Edward caminhou até o sofá e sentou-se.

— Então, o que tem meu estúdio? — Bella cerrou os olhos achocolatados.

Edward retirou seu paletó e depois retirou a gravata.

— Vai fazer um stripper? — Bella não pôde deixar de provocar.

Edward a olhou com uma sobrancelha arqueada e com um sorriso sedutor nos lábios.

— Se quiser. — Ele começou a desabotoar sua camisa social branca.

— Não! — Bella quase gritou. — Diz logo o que você quer conversar sobre meu estúdio. — Bella disse impaciente e passando a mão pelo cabelo. Droga, Edward a deixava nervosa.

Edward pigarreou e se encostou ao sofá.

— Não poderia me servir um café antes? — Bella o olhou boquiaberta.

— Ta de brincadeira? — Bella franziu o cenho.

— Não. Sério eu to com frio e um café quentinho pode ajudar. — Edward piscou o olho para Bella que travou o maxilar e se levantou dizendo:

— Só por que se trata do meu estúdio. — Ela caminhou em direção a cozinha.

— Assim que eu gosto. — Edward ainda tirou sarro.

— Quem sabe ao invés de bebê-lo eu não o jogue em cima de você. — Bella resmungou.

— Você é muito violenta sabia garota?

Bella chegou à cozinha e fingiu uma risada.

— Você quem disse que eu era uma violenta, lembra? Agora pague com as conseqüências. — Bella começou a preparar o café.

— É e talvez se você continuar a se comportar dessa forma eu desça com você até o estacionamento e ti jogue atrás da picape e rasgue toda a sua roupa. — Edward olhou para trás onde Bella o fuzilava com os olhos. — Ou quem sabe eu ti jogue na cama mesmo.

— Cala a maldita boca Cullen. — Edward deu uma gargalhada e voltou a olhar para frente, ele pegou o seu celular e começou a escrever uma mensagem enquanto Bella preparava o café.

Fazia tempo que ele não se comunicava com a Srª Stranger, na verdade muito tempo mesmo.

Ele digitou uma mensagem para a Srª Stranger e depois guardou o celular, após guardar o celular ele viu o celular de Bella em cima da mesa de centro vibrar. Ele franziu o cenho e olhou para trás, mas Bella estava de costas para ele, ela lavava algumas louças. Edward jogou de ombros e pegou o celular dela em cima da mesinha. Ele abriu o celular, ela tinha recebido uma mensagem. Edward após ver o número que havia mandado a mensagem para Bella travou. Ele não conseguia se mexer, piscar, pensar e nem mesmo respirar.

As únicas palavras que gritavam em sua mente desesperadamente eram:

Aquilo. Não. Podia. Está. Acontecendo!

Edward engoliu em seco e pegou seu celular, ele o abriu e depois comparou o numero da Srª Stranger e de Bella — que havia gravado o seu número um dia antes deles terem se beijado — eles eram simplesmente o mesmo!

Edward estava ofegante, seu coração martelava em seu peito freneticamente, sua mão tremia.

— Ah! — Edward passou a mão pela testa. — Eu não consigo respirar.

Edward olhou para o celular de Bella e depois clicou em abrir, após ler a mensagem e comprovar que era a mesma que ele havia mandado para a Srª Stranger ele voltou a segurar a respiração!

Isabella Swan era nada mais, nada menos do que a Srª Stranger.

— O que está fazendo com o meu celular?

— AHHHHHHHH! — Edward se levantou em um pulo e olhou para Bella. Ele socava o ar.

— O que você tem seu idiota? — Edward colocou a mão no peito e depois jogou o celular de Bella no sofá. Ele pegou sua gravata e seu paletó.

— Eu... — Edward olhou para a porta e depois engoliu em seco. — Tchau! — Edward marchou rapidamente em direção a porta, depois de sair por ela ele a bateu deixando Bella confusa em sua sala.

Edward saiu do prédio de Bella e entrou em seu Volvo rapidamente. Ele dirigiu em direção a casa de Alice tamborilando os dedos no volante nervosamente.

Ele simplesmente não conseguia acreditar que Bella era a Srª Stranger, isso era tão irônico, tão... Tão... Tão... ARGH! Ele não conseguia pensar em uma palavra que expressasse o que ele estava sentindo, na verdade ele simplesmente não conseguia pensar e ele se surpreendeu por ter chegado à casa de Alice sem ter sofrido nenhum acidente, pois sua mente estava longe naquele momento.

Os nós de seus dedos martelavam na porta da frente de Alice, depois ele apertou a campainha várias vezes e voltou a bater na porta, essa última foi aberta por Alice que vestia uma calça moletom rosa e um roupão preto, seu cabelo estava preso em um pequeno coque e ela calçava uma pantufa azul escura.

— Ah! Oi Edward. O que está fazendo aqui? — Alice perguntou confusa.

Edward estava ofegante e suava como nunca e a única palavra que saiu de sua boca foi:

— Fudeu!

***

Edward estava sentado no sofá verde limão na sala da casa de Alice e Jasper, apesar deles ainda não terem se casado – a data já estava marcada – eles já moravam juntos.

— Edward agora eu quero que você respire fundo e me explica tudo o que aconteceu. — Alice disse voltando da cozinha com um copo d’água.

— Não tem alguma bebida mais forte por ai não? — Edward passava as mãos pelo cabelo freneticamente.

— Não! Isso aqui vai ti acalmar! — Alice entregou o copo para ele e Edward tomou toda a água de uma vez. — Agora me explica.

—EufuiatéacasadeBellaaproporsecasarcomigoeentãoenquantoelaianacozinhameprepararumcaféeuresolvimandarumamensagemparaaSrªStrangerfoiaiqueeudescobrirqueaSrªStrangeréaBellaporqueocelulardelatavaemcimadamesadocentroeeutavapertodamesadocentroentãocomoeusoucuriosoeupegueiocelulardelaeviamensagemqueeuhaviamandadoparaaSrªStranger! EntãoestácomprovadoBellaéaSrªStranger!

Alice o olhava como se ele fosse de outro mundo.

— O que? — Alice franziu o cenho. — Edward eu não entendi nada. Respira irmãozinho. Vamos lá. — Alice aspirou o ar e depois o solto, ela repetiu isso algumas vezes até Edward a imitar. — Pronto? — Edward assentiu e encostou a cabeça nas costas do sofá.

— Resumindo, fui à casa da Bella e descobrir que ela é a Srª Stranger. — A reação que Alice teve não foi a que Edward esperava.

Alice apenas o olhava como se ela tivesse o perguntado a hora.

— E...? — Edward gesticulou com a mão para que ela dissesse alguma coisa.

— Francamente Edward Cullen, pensei que você não fosse descobrir nunca. — Alice disse sentando-se no sofá.

Edward franziu o cenho e se inclinou na direção de Alice.

— Como assim? Você já sabia Alice? Como você sabia?

— Edward é obvio, quando você me mostrou as mensagens que a Srª Stranger ti mandava eu comparei o número de celular com o da Bella. Não é obvio? — Alice arqueou uma sobrancelha.

Edward se levantou e indagou chateado:

— Como eu não pude perceber isso? Eu sou tão burro a esse ponto? Como eu não percebi? Eu sou uma besta! — Alice se levantou e ficou à frente de Edward.

— Edward pare de se alto ofender, só eu e a Bella temos esse direito. — Edward travou o maxilar.

— Agora não é hora Alice. Eu não sei o que vou fazer. Quer dizer, eu devo comprar uma passagem para a Austrália?

— Austrália? — Alice perguntou confusa. — Edward você é uma besta mesmo. Não ver que agora é a sua chance? Você estava apaixonado pela Srª Stranger eestá apaixonado por Bella e elas são a mesma pessoa. — Edward fez uma expressão de entendimento e assentiu. — Pelas mensagens que a Bella ti mandou eu notei que ela já ti contou muitas coisas sobre ela, agora basta você usar isso como um fato ao seu favor. — Alice cruzou os braços no peito e sorriu.

— Isso é perfeito. — Edward abriu um largo sorriso.

— Claro que é. — Alice concordou e depois franziu o cenho. — O que você estava fazendo na casa da Bella?

Edward sorriu e jogou de ombros.

— Edward? — Edward suspirou.

— Você sabe que eu estou batalhando muito para conseguir a presidência da empresa, certo?

— Certo e o que Bella tem haver com isso?

— Bem para eu ter mais chances de conseguir a presidência eu tenho que ser casado e eu estava indo lá só para, você sabe... — Edward puxou a gola de sua camiseta social para frente. —... Pedi-la em casamento. — Alice o olhou boquiaberta.

— O que? — Alice balançou a cabeça negativamente. — Você bebeu Edward? O que o faz pensar que Bella, logo a Bella vai casar com você? Não que eu esteja lhe dizendo que um dia ela não case, claro que vai casar até porque estamos trabalhando para isso, mas você não acha que está indo muito rápido? Você precisa a conquistar primeiro, levá-la para jantar, comprar roupas, jóias, um carro, quem sabe um iate ai depois você pode pedi-la em casamento, claro com um grande e brilhante anel, depois vocês marcam a data e eu vou preparar o casamento de você, eu estou pensando em uma coisa muito elegante, mas não extravagante, o que você acha de vocês se casarem na praia? Bella sempre me disse que gostaria de casar na praia e seria o casamento perfeito, claro depois do meu, por que você sabe que eu...

— PORRA ALICE CALA A BOCA! — Edward gritou e Alice se calou.

— Edward Cullen, não grite comigo.

— Meu Deus como o Jasper ti agüenta? — Alice fez uma carranca e a porta foi aberta.

— Me chamaram? — Jasper surgiu na porta com um lindo sorriso na face, Alice foi em sua direção e lhe deu um selinho demorado.

— Amor, chegou mais cedo. — Alice disse sorridente.

— Ah claro, estava ansiosa para ver a mulher mais linda desse mundo.

— Ah, você é tão fofo. — Alice envolveu o pescoço de Jasper com os braços e lhe beijou docemente.

Edward fez uma cara de nojo.

— Eu acho que vou vomitar. — Ele passou a mão pela testa.

Jasper finalmente olhou na direção de Edward.

— Eii! — Jasper disse depois de beijar Alice. — O que está fazendo por aqui Edward? Não devia está na casa da Bella a propondo em casamento?

— Como você sabe disso? — Alice perguntou confusa depois de fechar a porta e caminhar em direção a Edward e ficar ao lado dele.

— Bem, seu noivo que deu a idéia de eu pedir a Bella em casamento. — Edward acrescentou.

— Ainda não estou entendendo. — Alice disse confusa.

Jasper caminhou até onde estava Edward e Alice e no caminho retirou seu paletó e sua gravata.

— Bom Alice como na maioria das revistas estão tendo fotos de Edward e Bella juntos é mais fácil dos investidores acreditarem que Edward está realmente se casando com Bella por amor do que apenas como um pretexto para conseguir a presidência. — Jasper explicou.

Alice assentiu com um sorriso no rosto.

— Isso é verdade, mas eu ainda não entendi como o Edward vai fazer para a Bella aceitar essa proposta.

— Essa é a parte mais simples. — Edward disse esfregando as palmas das mãos nas laterais de sua calça social preta. — Soube que Bella está com uma grande divida e se ela não pagar ela vai perder o estúdio fotográfico.

— Então você vai a propor em casamento em troca de pagar essa divida?

— Exatamente. — Edward respondeu convicto.

— E eu achando que eu que era a capetinha da família. — Edward e Jasper puseram se a rir.

— E você é Alice. — Edward disse dando dois passos à frente. — Agora eu vou indo, eu ainda estou em choque com essa descoberta. — Edward disse se despedindo de Jasper e depois de Alice.

— Que descoberta? — Jasper perguntou quando Edward já estava com a mão na maçaneta da porta.

— A Alice ti explica, eu sei que de qualquer modo ela vai ti falar mesmo. — Edward disse sem virar para eles, depois ele saiu da casa de Alice e Jasper e seguiu para seu Volvo.

A chuva estava mais fraca comparada a como estava antes, mas ela ainda ti ensopava se você ficasse apenas alguns segundos sobre ela sem proteção.

Edward ainda estava desnorteado por ter descoberto que a Srª Stranger era na verdade Isabella Swan. Ele agora mais do que nunca iria fazer de tudo para conseguir o amor de Bella, se é que ele já não havia conseguido.

1 comentários:

També depois de finalmente o Edward descobrir a verdade. Só podia ser.

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.