8 de mai de 2010

Acidente

Posted by Daniella On 5/08/2010 5 comments

Eu peguei minha guitarra pendurei nas costas e peguei meu skate e fomos andando, quando chegamos perto da escada meu skate caiu no chão.
-Seu skate é legal. –disse Nessie.
-Valeu. –usei o pé para pega-lo mais ao invés dele subir para cima eu escorreguei e desci escada abaixo de skate; isso que da se exibir, eu sabia que essa queda iria doer; mais eu olhei para frente e lá estava à porta eu podia me segurar na maçaneta que era grande e daria para eu me segurar e me manter em pé ao invés de cair no chão; mas meu plano foi pra água baixo quando a porta se abriu, foi muito rápido não deu pra saber exatamente o que aconteceu, eu senti algo duro e frio que teve um grande impacto ao meu corpo e ouvi um estalo foi sô o que eu vi e claro senti meu corpo indo direto para o chão causando um barulho talvez o estalo devesse ter sido algum osso meu quebrando.
-Nicoly você está bem? Desculpe-me eu não queria ti machucar. –ouvi Edward se desculpando. Será que aquela coisa dura e fria seria ele? Será que eu me esbarrei nele? Será que “ele” se machucou?
-Ai. –tentei me levantar, as minhas costas doía muito. –Tudo bem eu não estou machucada e você? –perguntei ainda no chão.
-Eu estou bem não me causou dano algum. Quer ajuda? –ele me ofereceu a mão, eu á pegaria se não fosse pelo que eu vi no momento. Não era possível a guitarra que estava nas minhas costas tinha quebrado; nesse exato momento a família dele entrou na pousada.
-Mas... Mas... Minha... Ah fala serio! Que Diabo é isso?- disse me levantando com um pouco de dificuldade a guitarra causou um dano em mim quando cai; peguei a guitarra bem as duas partes quebradas da guitarra. –Minha guitarra... Quebrou. –todos olharam pra mim.
-È só uma guitarra não se preocupe. –disse um cara forte Emmet se não me engano rindo.
-Ela não é só uma guitarra ela é a minha guitarra. –ele continuou rindo, ele não ia rir quando eu batesse na cabeça dele com minha guitarra quebrada.
-Não se preocupe eu ti do outra. –disse Edward com um sorriso. Eu não queria que ele me desse outra eu não queria a ajuda de ninguém, eu sobrevive esse tempo todo sem ninguém me ajudando o que seria uma guitarra? Eu poderia conseguir dinheiro pelo menos agora eu poderia, com esses pequenos favores que eu faço.
-Não obrigada. –olhei novamente para Edward e ele estava um pouco confuso. –È melhor eu ir agora, daqui a pouco vai chover. –olhei para Nessie e ela estava decepcionada eu não queria ver ela assim depois desse dia eu descobrir q ela realmente era minha amiga e uma ótima amiga, mas eu tinha que ir embora mesmo eu queria falar com o Cayo eu não queria ficar brigada com ele. Olhei para fora e vi uma pessoa que eu não imaginava ver ali; olhei para Nessie e disse.
-Desculpa Nessie eu tenho que ir mesmo foi um prazer pessoal. –disse me virando e indo para fora da pousada para me encontrar com o Diogo. Mas a família de Nessie e até a Nessie estavam me seguindo; mas eu não dei a mínima eu tinha que saber o que o Diogo estava fazendo ali.
-Diogo o que você está fazendo aqui? Como você chegou aqui? –perguntei quando estava um pouco longe da família de Nessie para eles não nos ouvir.
- Eu vim aqui por que o Guilherme disse que precisa de todos nos pra aquela briga, e eu cheguei aqui pela floresta claro. – como assim o Guilherme precisava de todos nos? Ontem ele disse q eu não ia fazer muita diferença.
-Mas ele disse que eu não precisava ir.
-È eu sei mais ele disse q precisa de todos. Então vamos? –aquilo era muito estranho, quando olhei para trás lá estava à família de Nessie nos olhando com curiosidade. –Quem são esses? –perguntou Diogo olhando também para eles.
-Amigos meus. Vamos.
-Não vai apresentar? –mas q idiota por que eu iria fazer isso?
-Não vamos logo. –quando olhei para ele; ele estava acenando para eles. Esse garoto só pode ser idiota mesmo.
-Oi! –disse ele e a família de Nessie se aproximou de nos, olhei com reprovação para Diogo.
-Oi! –disseram todos eles.
-Não vai apresentar seu amigo Nicoly? –perguntou Nessie.
-Claro. –disse cabisbaixa. –Esse é Diogo; Diogo esses é... Hã alguns... Amigos? – eu fiz a afirmação na interrogação. Eles sorriram para mim e depois para o Diogo, nos tínhamos que ir logo a quadra não era tão longe dali mais eu queria ir embora. Queria ver logo o Cayo. - Vamos Diogo. –ele começou a caminhar e acenou um tchau para a família de Nessie eu comecei a andar mais alguma coisa fez com que eu paralisasse no lugar.

5 comentários:

dany ta cada dia mais emocionante o q sera q prendeu ela no lugar ...............amiga vc ta de parabens

Obg! rsrsrs Nada prendeu nela ñ amiga! Foi alguma coisa q ela viu ou ouviu! Só ñ posso falar qual dos dois! kkkkk
Bjsculos^^

Muito Show! \o/

Amei!

Continuaaa! \o/

eu entendi so quiz dizer q li e amei de paixao

Ai caramba, o que ela viu ou ouviu que a fez parar???
To super, iper, ultra, mega, senior, master curiosa ´pra saber o que aconteceu...
Dany não demora pra postar não
bjuss

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.