10 de mai de 2010

Arrependimento

Posted by Daniella On 5/10/2010 2 comments

-Obrigada. Mas vocês não precisam ficar aqui vão se divertir vocês estão de férias e não de babas.
-Não estamos de babar estamos apenas ajudando á uma amiga Nicoly.
-Me chame de Nick. –ele sorriu e assentiu, mas depois ficou serio.
-O que foi aquilo? –eu sabia do que ele estava perguntando, da briga é claro. Eu não queria envolver ele nisso esse problema era meu, eu tinha q sair dele sozinha.
-Nick sou seu amigo me conta. –eu não sabia ainda, não tinha certeza mais eu preciso contar pra alguém mesmo e ele era um amigo não é verdade? Ele sorriu e isso me deu mais forças.
-Isso é bem doido e você vai ficar surpreso é claro. Bem eu... –tinha um nó em minha garganta – uso drogas,me envolvi com uma gangue que rouba, teve uma briga entre gangues e eles marcaram pra brigar hoje eu pedi para o Cayo não ir mais ele foi então eu fui atrás dele e o resto você sabe. –bem o nó se desfez e quando eu disse saiu tudo com muita rapidez. E como eu tinha dito ele ficou surpreso; mas eu não o culpo quem não ficaria. Mas eu estava arrependida depois daquela cena que eu vi hoje eu queria largar essa vida e recomeçar mais parecia impossível.

(Edward)
Nossa, então era isso, ela estava bem encrencada, mas eu podia ajudá-la. “bem o nó se desfez e quando eu disse saiu tudo com muita rapidez. E como eu tinha dito ele ficou surpreso; mas eu não o culpo quem não ficaria. Mas eu estava arrependida depois daquela cena que eu vi hoje eu queria largar essa vida e recomeçar mais parecia impossível.” Ela pensou.
Então ela estava arrependida isso já era uma coisa boa e ela gostaria de recomeçar; e achava que isso era impossível mais não era eu e minha família iria ajudá-la.

(Nick)
-Bem Nick, é doido mesmo. –ele disse olhando intensamente em meus olhos.
-È eu sei, mais eu estou arrependida sabe depois que eu vi aquilo- estremeci só de lembra- eu quero parar mais eu não sei como e se tem um *COMO*.
-È claro que tem a primeira coisa que você deve fazer e se arrepender e isso você acabou de fazer e segundo você tem que sair dessa gangue e terceiro você têm que parar de usar drogas.
-E você acha que é fácil parar?
-Nos vamos ti ajudar. Não se preocupe. Agora descanse ok depois conversamos mais.
-E o Cayo? Eu quero ver ele. –ele me olhou com curiosidade.
-O que esse Cayo é seu mesmo? –com essa eu tive que rir ele perguntou com tom de proteção até parecia um irmão que eu nunca tive e que nunca terei.
-Namorado.
-Está explicado toda essa preocupação. Você conversa com ele depois vai descansar agora.
-Falando no Cayo. Ele faz parte da gangue e eu quero ficar com ele. Mais não... Tipo ficar com ele; ele estando na gangue. Entende?
-Acho que sim. Falamos com ele também depois sobre isso. Agora vai dormir.
-Sua família esta aqui? –eu ainda tinha algumas perguntas pra ele.
-Sim. Mas depois nos conversamos dorme e não me faça ti dopar. –eu rir e ele também.
-Ok, Boa noite.
-Boa tarde. –ele disse me corrigindo e rindo. Já era à tarde do outro dia? Eu dormir para pakas. Eu estava mesma cansada, então dormir; não com dificuldade mais o braço estava realmente incomodando, mais eu conseguir dormir e tive sonhos felizes; parece que agora tudo iria ficar melhor.


O que vcs estão achando? Bjsculos^^☺

2 comentários:

Nossa! D+++++++! \o/

AMEI!

To amando Dany!
Sua fic ta ficando muito boa..
To muito anciosa pra saber o que vai acontecer daqui pra frente.
Nick dorminhoca, huahsuahsu
bjuss

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.