12 de fev de 2011

capitulo 13

Posted by sandry costa On 2/12/2011 2 comments

Esperança






- Leve Renesmee pela janela, não quero que ela desça enquanto eu não saber o que eles querem aqui.


- Pode deixar. – Jacob assentiu – Vou cuidar dela.


- Eu sei... – Edward riu – Se não cuidar vai correr com três patas. - Jacob segurou minha mão e me puxou para a lateral da casa, entramos pela janela do meu quarto.


- Shhh... – Fiz sinal para que Jacob ficasse em silêncio. Abri a porta do quarto e caminhei até a escada onde eu poderia ouvir melhor.


Meu filho, esses são Josh e Katharine. – Era a voz de Carlisle.


O que eles querem aqui? - A voz de Edward era ríspida.


- Ficamos sabendo que vocês também possuem uma hibrida. – Era a voz de uma mulher


Como ficaram sabendo?- Era a voz de meu tio Emmett


As noticias correm, e ficamos sabendo também que eles seqüestraram sua mulher. – Murmurou o dono de uma voz grossa e rouca.

Meu filho, Katharine e Josh também possuem uma filha hibrida, mas ao contrario de Renesmee ela é metade bruxa e a outra metade é vampira.


Bruxa? Isso existe mesmo?



- Eu e Katharine nos conhecemos em uma época difícil, em que vampiros não se relacionavam...


- Mas isso aconteceu a mais de 1000 anos! – Edward interrompeu.


Exato! – O homem riu – Nós temos mais de 1000 anos.


Então vocês são os pais da hibrida que quase destruiu Volterra?


O tom que Edward usou era surpreso. Minha mãe já havia me contado sobre Volterra, ela disse que era um clã de vampiros mais fortes, eles são a realeza do nosso mundo.


Sim, minha filha Annie... – A mulher desconhecida falou.


- Ela teve seus motivos – O homem rosnou – Eles queriam queimar minha mulher viva, só por ela ser bruxa.


Onde está sua filha? – Carlisle indagou.


- Não sabemos exatamente a onde. Ela sempre está se mundo, mas há dois meses a encontramos na América do Sul.


Então essa vampira/bruxa poderia me ajudar a achar minha mãe? Eu poderia pedir a ajuda dela, ela odeia os Volturi, talvez ela...


- Tcs... Tcs... Tcs... Que coisa feia Renesmee, ouvindo a conversa dos outros. - Dei um pulo com a voz de tia Rosalie em meu ouvido. Dei dois passos para trás e senti meu pé errar o degrau me fazendo cair da escada.


- Tia! – Resmunguei – Que susto!

- Renesmee? – Edward caminhou até mim e parou. – Desse ângulo você parece com sua mãe...


- Desastrada... – Jacob zombou. Bufei. Edward esticou a mão para me ajudar a levantar, eu recusei, girei para o lado e me levantei.


- E orgulhosa como a Bella... – Emmett gargalhou – Não tenho Bella mais para me divertir, mas tenho a filha dela.


- Idiota! – Rosnei.


- Até o modo de falar... – Sorriu – A felicidade está de volta em nossa casa!


- Emmett essa não é nossa casa. – Tia Rosalie socou sua nuca – Pare de atormentar Nessie.


- Me responda uma coisa... – Ele se aproximou de mim. – De onde sua mãe tirou esse nome? - Eu estava pronta para dar o dedo do meio para ele, mas me lembrei que ele era meu tio.


- Está vendo minha mão... – Ergui minha mão direita. Edward riu.


- Claro que estou!


- Então fala com minha mão. - Dei as costas para ele e fui até a cozinha, eu estava muito nervosa, precisava comer algo... Doce. Corri para a cozinha procurar um doce para me acalmar... Mas antes de chegar a porta, teria que atravessar a sala e parei quando vi os dois vampiros.A mulher era linda, tinha cabelos loiros e olhos castanhos.Vestia uma roupa meio engraçada,e estava com um graveto na mão, e com meu olfato apurado, pude sentir um leve cheiro de madeira de cerejeira.O homem ao seu lado era maior que ela,ele tinha cabelos castanhos e olhos azuis límpidos.


- Olá, você deve ser a Srta. Renesmee... - Disse a mulher carinhosamente para mim.


- Sim – Respondi, lhe retribuindo o sorriso.
 ***

2 comentários:

Amei o capítulo, quero que eles encontrem logo a bella.
beijos.

nossa a cada cap a fic fica realmente muito mais interesante...................................
beijosss

Postar um comentário

Não esqueça de comentar, isso incentiva os escritores e também a mim que tento agradar a vocês.